rios1

Views:
 
Category: Education
     
 

Presentation Description

No description available.

Comments

Presentation Transcript

Slide 1: 

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SERRA DA GARDUNHA ESCOLA BÁSICA SERRA DA GARDUNHA - FUNDÃO Departamento de Ciências Sociais e Humanas Área Curricular Disciplinar: Geografia Rios e Bacias Hidrográficas - I

Slide 2: 

Até chegar aos leitos dos rios, a água percorre todo um importante caminho...

Slide 3: 

RIO – curso de água permanente que corre em leito próprio Rio principal Afluente Subafluente Foz Nascente Margem direita Margem esquerda

Slide 4: 

Montante Jusante

Slide 6: 

Principal característica dos rios - terem apenas um sentido através do seu leito Superfície sobre a qual pode escoar a corrente de água Regiões onde o regime dos rios é irregular O leito do rio pode apresentar extensões diferentes ao longo do ano Quantidade de água que passa por uma determinada secção do rio, em cada segundo (m3/s) Variação do caudal ao longo do ano

Slide 7: 

Caudal Ecológico Caudal mínimo necessário para a preservação dos ecossistemas aquáticos.

Slide 8: 

Diferentes tipos de leito estão associados a situações de: LEITO DE CHEIA - ocorre em períodos do ano de concentrada precipitação, em que o rio transborda das suas margens, inundando as áreas próximas e ocupando o seu leito de inundação. LEITO DE ESTIAGEM, quando a precipitação escasseia e a evaporação aumenta, fazendo com que o caudal dos cursos de água diminua, ficando o leito reduzido ao leito de estiagem ou mesmo se extinga por completo.

Slide 9: 

Conjunto formado por um rio principal e por todos os cursos de água tributários (afluentes e subafluentes) Área da superfície terrestre drenada por um rio principal, afluentes e subafluentes Os rios estão organizados em Redes Hidrográficas

Slide 10: 

Para delimitar a bacia hidrográfica de um rio unem-se os pontos mais elevados que determinam os declives por onde escorrem as águas das chuvas para os cursos de água.

Slide 14: 

Formas de representação e análise de um rio Tipo de vale Extensão Altitude ao longo do percurso

Slide 16: 

Formas de relevo associadas a uma bacia hidrográfica

Slide 17: 

Garganta – quando o vale é muito fechado e as vertentes muito inclinadas. Rápido – quando as águas se deslocam com grande velocidade devido à existência de rochas no leito do rio e à inclinação do leito do rio.

Slide 18: 

Catarata – queda de água devido a uma grande diferença de altitude no leito do rio.

Slide 19: 

Meandros – curvas que o rio desenvolve quando encontra no seu trajecto obstáculos que impedem o curso em linha recta. Surgem devido ao desgaste provocado numa das margens e acumulação de sedimentos na outra margem. São sobretudo visíveis nas áreas de planície.

Slide 20: 

Aluvião – depósito de sedimentos (lama, areia, cascalho) abandonados por um curso de água quando a inclinação ou o caudal são insuficientes. Praia fluvial – acumulação de aluviões ao longo das margens do rio. Planície aluvial – resulta da acumulação de aluviões nas áreas próximas da foz.

Slide 21: 

Delta – formam-se geralmente em locais onde as marés e as correntes marítimas têm pouca força. A escassa força das águas do mar faz com que a corrente vá depositando os aluviões junto à foz, construindo um depósito de sedimentos de forma triangular. (desagua por vários braços)

Slide 22: 

Estuário - formam-se em locais onde a força das marés e das correntes marítimas é intensa. A água arrasta os aluviões até zonas muito afastadas da foz e deposita-os no fundo do oceano. (desagua por um só braço)

Slide 23: 

Rios modelam a paisagem criado formas de relvo muito diferentes na superfície que atravessam EROSÃO FLUVIAL Leito (fundo) Margens

Slide 26: 

Tipos de Vale

Slide 27: 

Fases da vida de um rio: juventude, maturidade e velhice

Slide 28: 

Curso superior Correm geralmente entre montanhas O declive dos terrenos é acentuado A força das águas é muito significativa O desgaste na vertical é acentuado Vales com vertentes abruptas - em V fechado Surgem cataratas e rápidos Fase inicial ou de juventude

Slide 29: 

Curso médio Declive do terreno menos acentuado O desgaste faz-se na horizontal alargando o leito do rio Vales mais abertos - vales em V aberto Fase de maturidade Fase de velhice Curso inferior A velocidade das águas é baixa Dá-se a deposição dos materiais (aluviões) Vales em caleira aluvial (fundo largo e plano)

authorStream Live Help