Os problemas ambientais urbanos e industriais

Views:
 
Category: Entertainment
     
 

Presentation Description

No description available.

Comments

Presentation Transcript

Apresentação do PowerPoint:

Os problemas ambientais urbanos e industriais. O século XXI sofreu uma grande intensificação da urbanização.

Apresentação do PowerPoint:

Dos grande motivos para se viver nas cidades são os meios de produção industrial, avanços na tecnologia, sociedade de consumo, “ conforto e lazer” e obter uma renda maior.

Apresentação do PowerPoint:

Existe uma grande diferença entre o desenvolvimento industrial e urbano entre países desenvolvidos e subdesenvolvidos. Os países subdesenvolvidos tiveram um crescimento desordenado causando uma grande ambiental e social.

Apresentação do PowerPoint:

O crescimento desordenado das cidades, principalmente nos países subdesenvolvidos trazem problemas sérios tanto nos âmbito social quanto ambiental:

Apresentação do PowerPoint:

Conseqüentemente a esse crescimento desordenado surgem problemas nas necessidades básicas como educação , saúde, transporte, moradia e segurança.

Apresentação do PowerPoint:

RESÍDUOS DOMÉSTICOS: Classificação: resíduos sólidos jogados por residências, restaurantes e bares. Esse descarte gera muito desperdício em 1980 chegava 18.000 toneladas de lixo por dia.

Apresentação do PowerPoint:

Com o crescimento das cidades e populações tem se como conseqüência o aumento significante do consumo de produtos industrializados nas cidades, sendo de matérias primas não biodegradáveis e sem destino certo.

Apresentação do PowerPoint:

Destino dos resíduos das grandes cidades: Destinos irregulares:

Apresentação do PowerPoint:

Destino regular:

Apresentação do PowerPoint:

60% do lixo doméstico é orgânico este pode ser direcionado ao uso como transformando em adubo , porém quando incinerado, como em muitos casos, libera gás metano na atmosfera, mas se for captado de forma correta tem como transformar em energia.

Apresentação do PowerPoint:

Destino do lixo reciclável: Plástico: Esta matéria prima pode ser reutilizada de várias maneiras como:

Apresentação do PowerPoint:

Outro grande problema são os resíduos líquidos que ainda falta muito para serem descartados corretamente.

Apresentação do PowerPoint:

Mais um problema da concentração urbano industrial é o crescimento da impermeabilização do solo, tendo como conseqüência as grandes enchentes nas partes baixas das cidades e o desmatamento nas encostas para moradias precários ocasionando grandes deslizamentos de terra.

Apresentação do PowerPoint:

RESÍDUOS INDUSTRIAS Ao transformar matéria-prima a indústria elimina uma grande quantidade de lixo, principalmente resíduos gasosos como o monóxido e o dióxido de carbono, dióxido de enxofre, fluoretos e material particulado. Resíduos líquidos são despejados sem tratamento, principalmente da indústria têxtil, couro, papel e de álcool. A industrial têxtil com serviços de branqueamento e tingimento jogam seus resíduos em curso de água e por se tratar de pequenas indústrias o controle é mais difícil. As usinas de álcool que tem como matéria prima a cana de açúcar liberam resíduos líquidos e sólidos, estes últimos que são as vinhaças e os vinhodos. Estes últimos se tratamos de forma adequada pode se transformar em adubo e energia. O óleo lubrificante já está com um destino um pouco melhor, com tecnologia de reaproveitamento, porém por muito tempo este resíduo foi dispensado de maneira inadequada. Os resíduos plásticos são os mais poluentes, pois são derivados de petróleo e não são biodegradáveis. Os metais como aço, ferro e alumínio são 100% reaproveitáveis, mas o Brasil, por exemplo, ainda não tem um projeto pra destinar os automóveis antigos. O papel é muito produzido em países industrializados, no Brasil não há uma política de reciclagem eficaz o que ocasiona uma grande quantidade de lixo. Outro problema ambiental que essa industria traz é o grande desmatamento e a quantidade de água, que é muito grande, para a produção do papel.

Apresentação do PowerPoint:

A indústria da madeira atinge todos os países, porém em países industrializados a madeira é replantada em áreas de desmatamento, já no Brasil ocorre o desmatamento ilegal e o desperdício de madeiras extraídas que não tem utilidade industrial. A indústria petroquímica trabalha com a transformação do petróleo em combustível e matéria prima para outras indústrias, como a plástica e a de insumos. O resíduo mais lançado por ela são os fluoretos e os dióxidos de enxofre que são gasosos, já os resíduos sólidos estão o pó de enxofre e o gesso petroquímico, estes que, muitas vezes, tem como destino os defensivos agrícolas gerando um outro problema ambiental

Apresentação do PowerPoint:

PROBLEMAS AMBIENTAIS RURAIS Com o aumento da população nas cidades aumenta também o consumo da produção agrícola, essa atividade é importante para suprir as necessidades alimentares da população das cidades. A tecnologia auxilia a grande produção alimentícia, porém este auxílio acaba sendo um grande inimigo da natureza. A atividade agrícola, hoje em dia, utiliza pouca mão de obra e muito maquinário, junto com insumos como adubos químicos, herbicidas e pesticidas, seguindo um modelo de países industrializados. As monoculturas têm características de serem especializadas tanto em mão de obra quanto na produção. Isto caracteriza a monocultura como um grande agente de degradação ambiental, trazendo problemas como: Desenvolve muitas pragas nas plantações podendo acabar com uma produção em poucos dias; Para acabar com a pragas que podem ser com insetos e com plantas daninhas, usa –se insumos agrícolas (pesticidas e herbicidas); Esses insumos além de prejudicar a saúde de quem consomem, contaminam e matam o solo, os rios acaba recebendo estes produtos carregados pela chuva, prejudicando animais que dependem e vivem nestas águas. Problema com a erosão dos solos, quando ocorre chuvas intensas e também com o assoreamento dos rios da região.

Apresentação do PowerPoint:

Com o programa de desenvolvimento da década de 70, os incentivos fiscais para a monocultura, a construção de rodovias no país, a mecanização da agricultura no eixo sul-sudeste a fronteira agrícola se expande para o centro – oeste e norte do país prejudicando os biomas, que até então estavam mais preservados, do Cerrado e da Floresta Amazônica. Nessas regiões das novas fronteiras agrícolas é muito comum a prática de limpar o solo com queimadas prejudicando muito os biomas e o solo dessas áreas. Com essa nova abertura muitas pessoas com mão de obra não especializada migraram para estas regiões, porém a região não se preparou para esse contingente e os problemas também se tornaram sociais como moradia, educação, saúde e transporte.

Apresentação do PowerPoint:

OS EFEITOS AMBIENTAIS DA MINERAÇÃO A mineração se caracteriza pela atividade de retirada de recursos minerais do solo e do subsolo. Podem ser considerados recursos minerais petróleo, carvão mineral, pedras preciosas e minérios como bauxita ( alumínio), ferro, manganês, cobre, níquel, cassiterita ( chumbo), amianto, calcário, areias, argilas, urânio, entre outros. O petróleo como o carvão mineral são combustíveis fósseis, ou seja, ambos são gerados pela transformação de resíduos vegetais e animais. Os problemas causados pelo petróleo são muitos que vão desde a poluição do ar desde a poluição de solo e águas quando ocorrem vazamentos. O problema causado pelo carvão mineral está também na poluição do ar quando queimado até a destruição da superfície do solo para sua retirada e na liberação de rejeitos de minérios afetando os corpos de água de superfície. A retirada de minérios pode ser feito de três maneiras: 1.Na superfície do solo, feita a céu aberto prejudica o meio por retirar extensas coberturas de solo e produzindo enormes rejeitos ( detritos que sobram da retirada dos minérios) que são dispensados em cursos de água. 2.Em jazidas, esta forma de extração ocorre no subsolo causando grandes cicatrizes no subsolo e exigem um grande remanejamento de rocha, sendo necessário extrair toneladas de rocha. 3.Pela garimpagem, esta atividade já se encontra muito mecanizada, movimenta um grande volume de detritos liberados nos rios e como esta atividade ocorre no leito dos rios acaba destruindo as margens dos rios e sedimentando o leito dos rios. Outro problema é a utilização de mercúrio para separação dos minérios poluindo o rio e seus afluentes.

Apresentação do PowerPoint:

ALGUMAS SOLUÇÕES APRESENTADA PELO AUTOR “Diante de todos os fatos apresentados, ficam evidente as grandes alterações que o homem vem impondo à natureza, com a utilização quase sempre pouco racional dos recursos naturais. Desse modo, é preciso que as sociedades do presente e do futuro tenham maior esclarecimento sobre estas questões e comece a procurar caminhos que permitam, de um lado, o desenvolvimento econômico e social, e de outro, o aproveitamento racional dos recursos naturais com vistas à preservação e recuperação do ambiente como um todo.” “ É necessário adotar estratégias globais que visem a um aprimoramento técnico – científico, educacional e do desenvolvimento econômico – social, tendo como ponto de convergência os interesses maiores da humanidade, quais sejam, a melhoria geral da qualidade de vida e a recuperação e a preservação da natureza.(...)” “Necessidade crescente de utilizar os recursos sólidos, líquidos e gasosos como recursos que devem ser reaproveitados, por duas razões: primeiro, porque utilizar os resíduos significa economizar matéria prima; segundo, porque se elimina progressivamente o problema dos rejeitos (lixo) e melhora-se a qualidade ambiental. Fazem parte desse processo:

Apresentação do PowerPoint:

coleta seletiva de lixo urbano; industrialização do lixo orgânico e sua transformação em adubo; reindustrialização dos resíduos de papel, metais, plástico, borrachas, óleos e graxas, vidros, tecidos, madeiras; recuperação de resíduos industriais; instalação de rede de coleta de esgotos urbanos e estações de tratamento; instalação de filtros nas indústrias e nos veículos que produzem gases tóxicos e matéria particulado; reindustrialização das sucatas de veículos e equipamentos em geral, colocados fora de uso.”

Apresentação do PowerPoint:

4. “ No âmbito da agropecuária, é necessário: Incentivar a pesquisa para desenvolver métodos de controle de pragas que progressivamente substituam os herbicidas e inseticida químicos por processos biológicos, bem como o desenvolvimento de espécies vegetais mais resistentes às doenças, aumentando a capacidade imunológica das plantas; aprimorar o manejo agrícola, considerando-se o relevo, o solo e o clima, afim de atenuar os processos erosivos; estabelecer programas rígidos de controle de expansão territorial das áreas agrícolas e de pecuária, nas regiões em que ainda predominam ambientes naturais pouco alterado, como, por exemplo, a floresta amazônica e o Pantanal; estabelecer reservas ecológicas em áreas de interesse preservacionista, em face da necessidade de manter bancos genéticos e da preservação de espécies de animais e vegetais ameaçadas de extinção; implementar programas de preservação de áreas ameaçadas de deterioração e programas de recuperação ambiental nas áreas degradadas pela agricultura e pecuária, devido à prática de manejo inadequado, e de áreas de mineração, industrialização e urbanização sem adequado controle de qualidade de vida.”

Apresentação do PowerPoint:

5. “ No contexto geral para os países subdesenvolvidos, como o Brasil, que têm grande parte de sua população marginalizada socialmente, é preciso encontrar soluções alternativas de desenvolvimento que elevem a qualidade de vida de seus povos. É necessário atender mais e melhor às populações que sobrevivem nas periferias urbanas e em favelas, através de programas de desenvolvimento econômico e social que contemplem suas necessidades básicas de saúde, educação, habitação, profissionalização e alimentação. Não se pode pensar em qualidade ambiental para a humanidade sem pensar na melhoria da qualidade de vida de todos os seres humanos da Terra.”