010910_fluxo

Views:
 
Category: Entertainment
     
 

Presentation Description

No description available.

Comments

Presentation Transcript

Slide 1: 

A LEI SOCIETÁRIA E SEUS IMPACTOS NA CONTABILIDADE DAS EMPRESAS LEI 11.638/07 Na Demonstração do Fluxo de Caixa UMA REALIDADE CPC 03 – Demonstração dos Fluxos de Caixa (IAS 07) Deliberação CVM 547/08 Res. CFC 1.125/08 – NBC T 3.8 Res. CMN 3.604/08 - BACEN Res CFC 1255/09 - PME Sérgio L. Fioravanti Setembro/2010

Slide 2: 

NOVA REALIDADE O que mudou na publicação dos balanços; Como foi a adoção do primeiro fluxo de caixa- dificuldades/etc..; Qual a melhor forma de execução – Método direto ou indireto;

Slide 3: 

NOVA REALIDADE De que forma apresentamos a nova peça para os leitores; De que forma permitimos a comparabilidade com o ano anterior; Que tipo de avaliação foi efetuada com as novas informações; Que tipo de decisão ou ação foi adotada.

LEI DAS S.A’sDemonstrações Contábeis – Art. 176 : 

LEI DAS S.A’sDemonstrações Contábeis – Art. 176

DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA : 

DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA

Demonstração do fluxo de caixa : 

Demonstração do fluxo de caixa Função : Demonstração dos recebimentos e pagamentos em suas datas de efetiva ocorrência (regime de caixa), refletindo as transações das atividades operacionais, atividade de investimentos e financiamentos para um determinado período;

Demonstração do fluxo de caixa : 

Demonstração do fluxo de caixa Função : Avaliar a geração de fluxo de dinheiro de forma a permitir recursos para atendimentos as seguintes necessidades: para a operação do dia-a-adia; Criar reservas para novos investimentos; Fundo de reservas para eventuais provisões para perda; Recursos para possíveis oportunidades de compras com descontos; Recursos para distribuição de lucros aos sócios.

Demonstração do fluxo de caixa : 

Demonstração do fluxo de caixa Fatores de sucesso Permite conhecer a necessidade de caixa de forma antecipada, definir investimentos; Linguagem simples e objetiva com utilização na operações do dia-a-dia; Melhor comunicação com os usuários ( Gestores, investidores,fornecedores,governo, bancos); Facilidade de controle das alterações no caixa da empresa; Permite melhorar o planejamento financeiro para o futuro da empresa/entidade.

Métodos de elaboração : 

Métodos de elaboração Direto Elaboração à partir da movimentação do caixa de tesouraria. Necessidade de detalhamento das movimentações. Indireto Elaboração á partir do lucro/prejuízo do exercício. Necessidade de informações das variações das contas contábeis. OBS:Caixa= Saldo das disponibilidades (cx, bancos, aplicações)

Demonstração do fluxo de caixa : 

Demonstração do fluxo de caixa ATIVIDADES OPERACIONAIS Recebimento clientes 2.932.800 Pagamentos fornecedores/Salários e encargos (2.136.200) Outras despesas operacionais/administrativas e tributos 271.900 Encargos financeiros (6.904) Fluxo caixa operacional líquido 517.796 ATIVIDADES INVESTIMENTOS Terrenos e Obras civis (196.000) Móveis/utensílios/instalações/Máquinas (113.000) Veículos de uso (36.000) Computadores/software (17.000) Total Investimentos (362.000) ATIVIDADES FINANCIAMENTOS Recursos próprios 280.000 Financiamentos/Leasing 44.376 Total financiamentos 324.376 Caixa líquido do período 480.172 Saldo inicial disponibilidades - Saldo final disponibilidades 480.172 Método direto

Demonstração do fluxo de caixa : 

Demonstração do fluxo de caixa Direto Vantagens Cria condições favoráveis para que a classificação dos recebimentos e pagamentos siga critérios técnicos e não fiscais. Permite que a cultura de administrar pelo caixa seja introduzida mais rapidamente nas empresas. As informações de caixa podem estar disponíveis diariamente. 

Demonstração do fluxo de caixa : 

Demonstração do fluxo de caixa Direto Desvantagens O custo adicional para classificar os recebimentos e pagamentos. 2 . A falta de experiência dos profissionais das áreas contábil e financeira em usar as partidas dobradas para classificar os recebimentos e pagamentos. 

Slide 14: 

Demonstração do Fluxo de Caixa Lucro líquido 154.996 Ajustes (+ ) Depreciação 46.900 (= LUCRO AJUSTADO -) 201.986 (+)aumento estoques/clientes – Variações do ativo (422.100) (+) aumento salários/tributos/fornecedores- Variações do passivo 737.910 Fluxo de caixa operacional líquido 517.796 ATIVIDADES DE INVESTIMENTOS Imobilizado (196.000) Investimentos (113.000) Intangível (53.000) Total de investimentos (362.000) ATIVIDADES DE FINANCIAMENTOS Recursos próprios (aumento de capital) 100.000 Financiamentos efetuados 224.376 Total financiamentos 324.376 Caixa líquido do período 480.172 Saldo inicial de disponibilidades - Saldo final de disponibilidades 480.172 Método Indireto

Demonstração do fluxo de Caixa : 

Demonstração do fluxo de Caixa Indireto Vantagens Apresenta baixo custo. Basta utilizar dois balanços patrimoniais (o do início e o final do período), a demonstração de resultados e algumas informações adicionais obtidas na contabilidade. Oportuniza dados rápidos sobre o fluxo de caixa da empresa, permitindo a gestão agir imediatamente. Concilia o lucro contábil com fluxo de caixa operacional líquido, mostrando como se compõe a diferença. Permite conciliações de movimentações de tesouraria e a elaboração de indicadores de desempenho. Permite avaliação rápida de gestão de estoques, contas a receber, investimentos; 

Demonstração do fluxo de caixa : 

Demonstração do fluxo de caixa Indireto Desvantagens O tempo necessário para gerar as informações pelo regime de competência e só depois convertê-las para regime de caixa. Se isso for feito uma vez por ano, por exemplo, podemos ter surpresas desagradáveis e tardiamente. Se a interferência da legislação fiscal na contabilidade oficial, e geralmente há, o método indireto irá eliminar somente parte dessas distorções. 

Slide 18: 

Fluxo de caixa das atividades operacionais Variação de recebimentos de clientes por vendas Variação de pagamentos a fornecedores Pgtos. de salários, encargos sociais, comissões, férias, etc.; Pagamentos de impostos; Outros recebimentos e pagamentos operacionais = FLUXO DE CAIXA DAS ATIVIDADES OPERACIONAIS ( =) Aumento líquido de caixa (+) Saldo inical das disponibilidades ( =) Saldo Final de Caixa

Slide 19: 

ALGUMAS REFLEXÕES: A adoção do fluxo de caixa é um diferencial de comportamento na contabilidade; Efetivamente poderemos auxiliar os gestores na identificação da geração de dinheiro do negócio; Muitas orientações sobre a gestão ( giro de estoques, inadimplência, prazos de pagamentos, nível de imobilização) será facilmente identificada; O fluxo de caixa permite efetivamente a divisão do dinheiro em geração da operação, recursos utlizados em investimentos; recursos obtidos ou liquidados; Permitirá uma aproximação dos contadores aos gestores, desde que realiazado em tempo hábil; Elaboração de indicadores de desempenho para a gestão, Exemplo: indice de geração de caixa em relação a receita líquida; Em fim, novos tempos para os profissionais da contabilidade. A LEI SOCIETÁRIA E SEUS IMPACTOS NA CONTABILIDADE DAS EMPRESAS LEI 11.638/07 - FLUXO DE CAIXA

Slide 20: 

perguntas A LEI SOCIETÁRIA E SEUS IMPACTOS NA CONTABILIDADE DAS EMPRESAS LEI 11.638/07 FLUXO DE CAIXA

Slide 21: 

MUITO OBRIGADO [email protected] 051-3342-1003 051-9808-6046

authorStream Live Help