SAMBA

Views:
 
Category: Entertainment
     
 

Presentation Description

No description available.

Comments

Presentation Transcript

Slide 1: 

O Samba

Slide 2: 

O samba é uma dança animada com um ritmo forte. Começou na África e foi levado para a Bahia pelos escravos enviados para trabalhar nas plantações de açúcar e se tornou a dança nacional brasileira, misturando estilos musicais africanos e brasileiros. Na época de carnaval no Rio de Janeiro os baianos das plantações de açúcar viajavam das aldeias até o Rio para as festas anuais, dançando nos cafés e nos salões de baile.

Slide 3: 

No começo a dança teve movimentos de mão, havia muito trabalho de solo e antes de se tornar uma dança de salão, teve passos do maxixe. Os grandes dançarinos americanos, Irene e Castelo de Vernou, usaram o samba, mas foi Carmem Miranda, a brasileira mais conhecida de todos, que colocou o samba no mundo. No Brasil o desfile das escolas de samba cresceu e o País desenvolveu seu próprio balé.

Slide 4: 

O primeiro samba gravado no Brasil foi  Pelo Telefone, no ano de 1917, cantado por Bahiano, escrito por Mauro de Almeida  e Donga . os principais sambistas daquela época são: Sinhô Ismael Silva  e Heitor dos Prazeres . Na década de 1930 os grandes sambistas e compositores são: Noel Rosa autor de Conversa de Botequim; Cartola de As Rosas Não Falam; Dorival Caymmi de O Que É Que a Baiana Tem?; Ary Barroso, de Aquarela do Brasil; e Adoniran Barbosa, de Trem das Onze.

Slide 5: 

Na década de 1970 e 1980, destacam-se: Paulinho da Viola, Jorge Aragão, João Nogueira, Beth Carvalho, Elza Soares, Dona Ivone Lara, Clementina de Jesus, Chico Buarque, João Bosco e Aldir Blanc. Outros importantes sambistas de todos os tempos: Pixinguinha, Ataulfo Alves, Carmem Miranda (sucesso no Brasil e nos EUA), Elton Medeiros, Nelson Cavaquinho, Lupicínio Rodrigues, Aracy de Almeida, Demônios da Garoa, Isaura Garcia, Candeia, Elis Regina, Nelson Sargento, Clara Nunes, Wilson Moreira, Elizeth Cardoso, Jacob do Bandolim e Lamartine Babo.

Slide 6: 

Os Principais Instrumentos do Samba

Slide 7: 

Cavaquinho

Slide 8: 

Violão

Slide 9: 

Pandeiro

Slide 10: 

Surdo

Slide 11: 

Tamborim

Slide 12: 

Tantan

Slide 13: 

Cuíca

Slide 14: 

Trompete

Slide 15: 

Cantores

Slide 16: 

Carmem miranda Mamãe eu quero Mamãe eu quero, mamãe eu queroMamãe eu quero mamar!Dá a chupeta, dá a chupeta, ai, dá a chupetaDá a chupeta pro bebê não chorar!Dorme filhinho do meu coraçãoPega a mamadeira em vem entra no meu cordãoEu tenho uma irmã que se chama AnaDe piscar o olho já ficou sem a pestanaEu olho as pequenas, mas daquele jeitoE tenho muita pena não ser criança de peitoEu tenho uma irmã que é fenomenalEla é da bossa e o marido é um boçal

Slide 17: 

Nelson Sargento Samba, Agoniza mas não morre,Alguém sempre te socorre,Antes do suspiro derradeiro.Samba,Negro, forte, destemido,Foi duramente perseguido,Na esquina, no botequim, no terreiro.Samba, Inocente, pé-no-chão,A fidalguia do salão,Te abraçou, te envolveu,Mudaram toda a sua estrutura,Te impuseram outra cultura,E você nem percebeu,Mudaram toda a sua estrutura,Te impuseram outra cultura,E você não percebeu. Agoniza, mas não morre

Slide 18: 

Martinho da Vila Canta, canta, minha gente Canta, canta minha genteDeixa a tristeza pra láCanta forte, canta altoQue a vida vai melhorarCantem o samba de rodaO samba-canção e o samba rasgadoCantem o samba de brequeO samba moderno e o samba quadradoCantem ciranda e frevoO coco, maxixe, baião e xaxadoMas não cantem essa moça bonitaPorque ela está com o marido do ladoQuem canta seus males espantaLá em cima do morro ou sambando no asfaltoEu canto o samba-enredoUm sambinha lento ou um partido altoHá muito tempo não ouçoO tal do samba sincopadoSó não dá pra cantar mesmoÉ vendo o sol nascer quadrado

Slide 19: 

Zeca Pagodinho Deixa a vida me levar Eu já passei por quase tudo nessa vidaEm matéria de guarida espero ainda minha vezConfesso que sou de origem pobreMas meu coração é nobre, foi assim que Deus me fezE deixa a vida me levar (vida leva eu)Deixa a vida me levar (vida leva eu)Deixa a vida me levar (vida leva eu)Sou feliz e agradeço por tudo que Deus me deuSó posso levantar as mãos pro céuAgradecer e ser fiel ao destino que Deus me deuSe não tenho tudo que precisoCom o que tenho, vivoDe mansinho, lá vou euSe a coisa não sai do jeito que eu queroTambém não me desesperoO negócio é deixar rolarE aos trancos e barrancos, lá vou euE sou feliz e agradeço por tudo que Deus me deuE deixa a vida me levar (vida leva eu)Deixa a vida me levar (vida leva eu)Deixa a vida me levar (vida leva eu)

Slide 20: 

Dorival Caymmi O que é que a baiana tem? O que é que a baiana tem? Que é que a baiana tem?Tem torso de seda, tem! Tem brincos de ouro, tem! Corrente de ouro, tem!Tem pano-da-costa, tem! Tem bata rendada, tem! Pulseira de ouro, tem!Tem saia engomada, tem! Sandália enfeitada, tem! Tem graça como ninguém!Como ela requebra bem! Quando você se requebrar, Caia por cima de mim!Caia por cima de mim! Caia por cima de mim!O que é que a baiana tem? Que é que a baiana tem? Tem torço de seda, tem!Tem brincos de ouro, tem! Corrente de ouro, tem! Tem pano-da-costa, tem!Tem bata rendada, tem! Pulseira de ouro, tem! Tem saia engomada, tem! Sandália enfeitada, tem! Só vai no bonfim quem tem um rosário de ouro. uma bolota assim!Quem não tem balangandãs não vai no bonfim.. Oi, não vai no bonfim... Oi, não vai no bonfim...

Slide 21: 

Beth Carvalho Vou festejarChora, não vou ligarChegou a horaVai me pagarPode chorar, pode chorarÉ, o teu castigoBrigou comigoSem ter por queVou festejar, vou festejarO teu sofrer, o teu penarVocê pagou com traiçãoA quem sempre lhe deu a mãoVocê pagou com traiçãoA quem sempre lhe deu a mão

Slide 22: 

Elza Soares Mas que nada Oh, Ari-an-a oba oba obaOh oh oh oh oh Ari-an-a oba oba oba.Mas que nada. Sai da minha frente que eu quero passar, pois o samba está animado! O que eu quero é sambar este samba que é misto de maracatu. É samba de preto velho samba de preto tu!Mas que nada! Um samba como este tão legal você não vai querer que eu chegue no finalOh, Ari-an-a oba oba obaOh oh oh oh oh Ari-an-a oba oba oba.

Slide 23: 

Chico Buarque O caderno Sou eu que vou seguir você do primeiro rabisco até o bê-á-bá, em todos os desenhos coloridos vou estar. A casa, a montanha, duas nuvens no céue um sol a sorrir no papel.Sou eu que vou ser seu colega seus problemas ajudar a resolver, sofrer também nas provas bimestrais junto a você.Serei sempre seu confidente fiel se seu pranto molhar meu papelsou eu que vou ser seu amigo vou lhe dar abrigo se você quiserquando surgirem seus primeiros raios de mulher a vida se abrirá num feroz carrossele você vai rasgar meu papelo que está escrito em mim comigo ficara guardado se lhe da prazera vida segue sempre em frente o que se há de fazersó peço a você um favor se pudernão me esqueça num canto qualquer só peço a você um favor se pudernão me esqueça num canto qualquer

Slide 24: 

Aracy de Almeida Não me digas adeus Não, não me diga adeusPense nos sofrimentos meusSe alguém lhe der conselhosPra você me abandonarNão devemos nos separarNão vá me deixar por favorQue a saudade é cruel quando existe amorQuando existe amor

Slide 25: 

Clara Nunes As forças da natureza Quando o sol, se derramar em toda a sua essência, desafiando o poder da ciência, pra combater o mal.E o mar, com suas águas bravias, levar consigo o pó dos nosso dias, vai ser um bom sinal.Os palácios vão desabar sob a força de um temporal, e os e os cantos vão sufocar o barulho infernal.Os homens vão se revelar dessa farsa descomunal, vai voltar tudo ao seu lugar, afinal.Vai resplandecer, uma chuva de prata, do céu vai descer, lalaia.O esplendor da mata vai renascer, e o ar de novo, vai ser natural. Vai florir, cada grande cidade, o mato vai cobrir. ô ôdas ruínas um novo povo vai surgir, e vai cantar afinal.As pragas e as ervas daninhas, as armas e os homens de mal, vão desaparecer nas cinzas de um carnaval.

Slide 26: 

Adoniran Barbosa Trem das onze Não posso ficar nem mais um minuto com você. Sinto muito amor, mas não pode serMoro em Jaçanã, se eu perder esse trem que sai agora às onze horas,Só amanhã de manhãNão posso ficar nem mais um minuto com vocêSinto muito amor, mas não pode serMoro em Jaçanã se eu perder esse trem que sai agora às onze horas,Só amanhã de manhã Além disso mulher, tem outra coisa: minha mãe não dorme enquanto eu não chegar. Sou filho único, tenho minha casa prá olharNão posso ficar, não posso ficar...Não posso ficar nem mais um minuto com vocêSinto muito amor, mas não pode serMoro em Jaçanã se eu perder esse trem que sai agora às onze horas Só amanhã de manhãAlém disso mulher, tem outra coisa: minha mãe não dorme enquanto eu não chegar. Sou filho único, tenho minha casa prá olharNão posso ficar, não posso ficar...