A Urbanização de Mato Grosso

Views:
 
Category: Entertainment
     
 

Presentation Description

Aumento populacional de MT na década de 1970.

Comments

Presentation Transcript

A Urbanização de Mato Grosso:

A Urbanização de Mato Grosso Curso Pedro Gomes Rondonópolis – MT Prof. Juanil Barros

Urbanização em Mato Grosso:

Urbanização em Mato Grosso

Características gerais:

Características gerais A Urbanização está diretamente vincula a Revolução Industrial e suas consequências, como ampliação do setor de serviços, resultado da expansão do capitalismo. A expressão “população urbana” refere-se aos habitantes das cidades, apresentando como uma de sua principais características o vínculo produtivo como os setores terciário e secundário.

Características gerais:

Características gerais Já a população rural é aquela que vivem no campo e mantém relações produtivas com o setor primário Atualmente as atividades econômicas urbanas e rurais são interdependentes e se fortalecem continuamente. Urbanização refere-se ao processo de maior crescimento urbano em relação a população rural.

Urbanização de Mato Grosso:

Urbanização de Mato Grosso A partir da década de 1960, o ritmo de crescimento da população de Mato Grosso se intensificou , tendo como consequência o inicio da modernização das cidades mato-grossenses. A formação do espaço urbano de Mato Grosso teve origem na metade do século XVIII. Nesse período foi fundado Cuiabá, primeiro núcleo urbano de Mato Grosso.

Urbanização de Mato Grosso:

Urbanização de Mato Grosso Ainda no século XVIII foram fundadas Vila Bela da Santíssima Trindade, Chapada dos Guimarães, Cáceres, Porto Esperidião, Poconé, Nossa Senhora do Livramento, Diamantino, Rosário Oeste, Santo Antônio do Leverger, Barão de Melgaço etc.

Urbanização de Mato Grosso:

Urbanização de Mato Grosso No final do século XIX e durante as primeiras décadas do século XX, ocorreu em Mato Grosso um incremento populacional que deu origem a núcleos urbanos como Guiratinga, Poxoréo, Barra do Garças, Alto Araguaia, Alcantilado, Buriti, Estrela, Tapera, Tesouro e Batovi, incialmente conhecidas como “currutelas de garimpo”

Urbanização de Mato Grosso:

Urbanização de Mato Grosso Os povoados de Alcantilados e Batovi ainda resistem como currutela de garimpo, mas encontram num estagio avançado de decadencia. Os outros povoados praticamente desapareceram e suas áreas foram anexadas a outros municípios em razão da decadência do garimpo.

Guiratinga-MT- Origem não garimpo de diamante:

Guiratinga-MT- Origem não garimpo de diamante

Avanço da Fronteira agrícola e a urbanização de Mato Grosso:

Avanço da Fronteira agrícola e a urbanização de Mato Grosso A urbanização de Mato Grosso foi fortemente influenciada pelo avanço da atividade agrícola, que atraiu mão-de-obra de outras regiões do país. Na década de 1950 e 1960 o fluxo migratório veio principalmente da Bahia, Minas Gerais e Goiás.

Avanço da Fronteira agrícola e a urbanização de Mato Grosso:

Avanço da Fronteira agrícola e a urbanização de Mato Grosso A partir de 1970 o fluxo migratório mais intenso foi proveniente principalmente do Sul do Brasil. A agricultura mecanizada reduziu a necessidade de mão-de-obra expulsando-a para as cidades , dando origem ao principal componente demográfico da urbanização de Mato Grosso.

Avanço da Fronteira agrícola e a urbanização de Mato Grosso:

Avanço da Fronteira agrícola e a urbanização de Mato Grosso No final da década de 1960 e inicio dos anos 1970 que Mato Grosso conheceu no ritmo no processo de formação e crescimento das cidades . Nesse período , a ação dos Programas Federais de desenvolvimento econômico expandiu a fronteira agropecuária, desencadeado transformações politicas, econômicas e sociais.

Divisão do Estado:

Divisão do Estado Entre as mudanças, destacam –se as decorrentes da Lei Complementar nº 31, de 11 de outubro de 1977, que criou o Estado de Mato Grosso do Sul. A partir daí , teve inicio uma nova fase de expansão econômica, pautada na atividade agropecuária desenvolvida com suporte dado pela implantação dos projetos de colonização e incentivos fiscais, que atraíram um grande fluxo migratório nas décadas de 1970, 1980 e inicio dos anos 1990.

Divisão do Estado:

Divisão do Estado A consequência foi o aumento populacional e a formação de vários novos municípios. Em 1970, o território do atual Estado contava com 34 municípios. Em 1980, passou para 55 unidades; em 1990, chegou a 95, alcançando, 2000 142 cidades na condição de sede de municípios.

Divisão do Estado de MT -1977:

Divisão do Estado de MT -1977

Primeiros núcleos urbanos de Mato Grosso:

Primeiros núcleos urbanos de Mato Grosso

Programas Governamentais:

Programas Governamentais Programa de Integração Nacional – PIN : Foi criado no pelo Decreto –Lei nº 1.106, de 16/06/70. O Programa visava financiar obras de infraestrutura, sobretudo a abertura de rodovias federais e a implantação da reforma agraria ao longo dessas rodovias, nas áreas de atuação da SUDAM e SUDENE.

Programas Governamentais:

Programas Governamentais As rodovias Transamazônica e a Cuiabá-Santarém foram com implantação de projetos de colonização foram abertas com financiamento do PIN.

Prodoeste:

Prodoeste O Programa de Desenvolvimento do Centro-Oeste foi criado pelo decreto –Lei nº 1.192, de 8 de novembro de 1971, e visava incrementar o desenvolvimento do Centro – Oeste, sendo que, Mato Grosso abrangia principalmente a região sul do antigo Estado, dotando –a de rede viária, com trabalho de abertura e pavimentação e correção do traçado interligando-as com o grandes eixos viários

Poloamazonia:

Poloamazonia O Programa de Polos Agropecuários e Agro minerais da Amazônia foi criado pelo Decreto nº 74.607, de 25/09/1974. Tinha como objetivo promover a ocupação dos espaços vazios na Amazônia Legal por meio de um aproveitamento integrado das suas potencialidades agropecuárias, agroindustriais e florestais. Em Mato Grosso o Programa teve atuação no Vale Xingu-Araguaia e Juruena e Aripuanã. Beneficiaram núcleos de colonização implantados contribuiu para concentração fundiária.

Polocentro:

Polocentro O Programa de Desenvolvimento dos Cerrados foi criado pelo Decreto-Lei nº 75.320, de 29/01/75. Abarcava cerca de um milhão de km² dos territórios de Minas Gerais, Mato Grosso e Goiás, praticamente atingindo todo planalto Central coberto pelos cerrados. Tinha por objetivo a exploração dessas terras por meio da agricultura mecanizada das lavouras.

Polocentro:

Polocentro Como forma de atrair a atividade empresarial, o Programa previa implantação de obras de infra estrutura, como armazenamento, estradas vicinais e eletrificação, conjugando assistência técnica, credito agrícola e pesquisa se sementes, além de projetos de reflorestamento.

Cuiabá-Santarém – BR 163 BR- 364- Rodovias de integração:

Cuiabá-Santarém – BR 163 BR- 364- Rodovias de integração

Colheita da soja e plantio e milho Sorriso-MT – Grupo Pinesso:

Colheita da soja e plantio e milho Sorriso-MT – Grupo Pinesso

Mão-de-obra rural:

Mão-de-obra rural

Agricultura de subsistência:

Agricultura de subsistência

Campos de Júlio - MT:

Campos de Júlio - MT

Cáceres - MT:

Cáceres - MT

Querência do Norte - MT:

Querência do Norte - MT

Sinop - MT:

Sinop - MT

Sorriso - MT:

Sorriso - MT

Santa Rita do Trivelato - MT:

Santa Rita do Trivelato - MT

Barra do Garça - MT:

Barra do Garça - MT

authorStream Live Help