História da Saúde e da Higiene séculos I

Views:
 
Category: Entertainment
     
 

Presentation Description

No description available.

Comments

Presentation Transcript

Evolução da Saúde e da Higiene ao longo dos temposSéculos III - XX : 

Evolução da Saúde e da Higiene ao longo dos temposSéculos III - XX

Saúde e HigieneSéculo III - V : 

Saúde e HigieneSéculo III - V Fio                                               v

As latrinas: : 

As latrinas: Como os apartamentos romanos não tinham casas de banho, iam às latrinas todos juntos, onde conviviam e relaxavam com os amigos.

Termas : 

Termas Alguns romanos (os mais ricos) tinham as suas termas privadas. Os mais pobres iam às termas públicas conviver uns com os outros.

Estrígil : 

Estrígil Os romanos não usavam sabão, usavam azeite e esfregavam o corpo com um instrumento chamado estrígil.

Alguns vestígios romanos: : 

Alguns vestígios romanos:

Slide 10: 

Higiene e Saúde séculos v a xv

Higiene e SaúdeSéculos V a XV : 

Os mais ricos tinham muitos cuidados com o cabelo e um grande enxoval de roupa. As pessoas em vez de dizer vamos lavar as mãos diziam “ dar água às mãos “. Higiene e SaúdeSéculos V a XV

Slide 12: 

Em todas as localidades havia banhos públicos com dias para as mulheres e para homens. A alimentação desenvolvia certas doenças como epidemias. A peste espalhou-se pela Europa a partir do século XIV.

Slide 13: 

As doenças dos olhos e da pele eram muito frequentes. A lepra era uma das doenças incuráveis mais temidas pela população.

Imagens : 

Imagens O parto O leproso Ensino médico Exame clínico

Imagens : 

Imagens Operação Hospital da Idade Média

Higiene e Saúde séculos XIV - XVII : 

Higiene e Saúde séculos XIV - XVII

Peste : 

Peste Uma das grandes epidemias de Portugal foi a peste. Todos uniram os esforços para a conseguir vencer. Recorreram a diversas mezinhas que incluíam : sangue de texugo, com canela , gengibre , cravo , entre outros. Recomendava-se que tomassem poucos banhos e que lavassem as mãos, a cara e toda a casa com vinagre.

Séculos XIV e XV : 

Séculos XIV e XV Nos séculos XIV e XV as pessoas tratavam-se geralmente em casa , porque ainda não existiam hospitais, apenas existiam enfermarias em alguns mosteiros e conventos.

Século XVI : 

Século XVI No século XVI já existiam mais de quarenta hospitais, mas a medicina continuava muito rudimentar. A peste continuava a ser a doença da época, mas com as viagens marítimas apareceu o escorbuto.

Hospitais : 

Hospitais Fig.2 Hospital real de Todos os Santos (reconstituição) Fig.1 Hospital Velho em Viana do Castelo.

Medicina do século XIV a XVII : 

Medicina do século XIV a XVII Fig. 3 Lição de Anatomia. Rebrandt. Fig. 4 Vendedor de remédios.

Higiene e saúde do século XVlll e XlX : 

Higiene e saúde do século XVlll e XlX

Slide 23: 

Depois do terramoto de 1755 Lisboa, foi reconstruído o Hospital Todos os Santos. Fig. 1 Hospital de Todos os Santos em Alvor - Distrito de Faro

Slide 24: 

No século XVlll a medicina evoluiu e surgiram as primeiras vacinas. Fig. 2 Vacina-1879

Slide 25: 

O microscópio foi inventado devido à evolução da Anatomia e a Fisiologia.

Slide 26: 

No século XVlll surge uma nova doença a febre-amarela. A recolha do lixo de Lisboa era pouco eficaz e isso contribuía para o aumento das doenças. Fig. 3 Farmácia Fig. 4 A lavadeira-1725 Fig. 5 A lavadeira- 1730

Século XIX ao XX : 

Século XIX ao XX Higiene e saúde

Ideias Importantes : 

Ideias Importantes Em Portugal a maior parte das casas não tinha casa de banho. Nesta altura achava-se que os banhos em excesso faziam mal.

Slide 29: 

Naquela época já havia sabonetes ,pasta de dentes, perfumes… A medicina tradicional continuava a ser muito usada pelos portugueses, que automedicavam-se para combater doenças como o raquitismo e a tuberculose.

Slide 30: 

Em 1924, Portugal já tinha 500000 habitantes e em Lisboa já havia 700 médicos. Os meios diagnósticos usados eram o estetoscópio e o medidor de pressão arterial.

Resumo : 

Resumo Nesta altura as casas não tinham casa de banho e pensava-se que os banhos em excesso faziam mal. No século XIX já havia sabonetes,… A medicina tradicional continuava a ser muito utilizada pelos portugueses, que recorriam as varias mezinhas para tratar as doenças. No ano de 1924 Portugal já tinha 500000 habitantes e em Lisboa já havia 700 médicos . Os meios diagnósticos mais utilizados eram o estetoscópio e o medidor de pressão arterial.

Anúncio de um Jornal. : 

Anúncio de um Jornal.

Hospital da Vila de Fornos de Algodres, na Guarda. : 

Hospital da Vila de Fornos de Algodres, na Guarda.

Trabalho realizado por: : 

Trabalho realizado por: Turma G 4º ano

authorStream Live Help