Unidade 13

Views:
 
Category: Education
     
 

Presentation Description

No description available.

Comments

Presentation Transcript

Unidade 13:

Unidade 13 Espinosa e a Liberdade

1. Baruch Espinosa (1632 - 1677):

1. Baruch Espinosa (1632 - 1677) Nasceu em Amsterdã. Os Pais eram judeus portugueses chamados de “Marranos” ou Cristãos novos. Convertidos à fé cristã, os judeus convertidos, continuavam vinculados à tradição judaica.

1. Baruch Espinosa (1632 - 1677):

1. Baruch Espinosa (1632 - 1677) Espinosa desde cedo se dedicou ao estudo da Bíblia. Convidado a lecionar em Heidelberg, recusou, pois não poderia tratar de religião. 1656 por discordar de Roma e dos Judeus foi excomungado pela Igreja e abandonado pelos parentes. Faleceu de Tuberculose aos 44 anos.

Slide 4:

Baruch Espinosa (1632 - 1677) Obras Princípios da filosofia cartesiana Ética, Reforma do entendimento Tratado Teológico-político

1. Baruch Espinosa (1632 - 1677):

1. Baruch Espinosa (1632 - 1677) Espinosa busca investiga a possibilidade de uma forma de conhecimento seguro e verdadeiro Para ele existem quatro formas de conhecimento De ouvir dizer Por experiência vaga, Por efeitos Pela causa

1. Baruch Espinosa (1632 - 1677):

1. Baruch Espinosa (1632 - 1677) O conhecimento verdadeiro parte da causa primeira de toda a realidade, que é Deus. Deus não é causa final da realidade Deus é causa eficiente da realidade. Deus não representa a perfeição da realidade, mas o ato produtor dela Deus é causa e efeito de si mesmo

2. Escravos das Emoções:

2. Escravos das Emoções As emoções fundamentais do ser humano estão ligadas ao instinto de conservação Duas formas básicas de emoção a alegria e a tristeza Alegria ligada a conservação e aperfeiçoamento do ser Tristeza ligada a depreciação do próprio ser É ai que reside a escravidão a qual estão subjugados os homens.

2. Escravos das Emoções:

2. Escravos das Emoções Bem e mal são os elementos que permitem ou impedem a compreensão humana sobre suas emoções Compreender as suas emoções é ter a consciência de sua necessidade Contemplação desta necessidade a contemplação do próprio Deus

3. Deus a Causa Livre:

3. Deus a Causa Livre O sonho da liberdade Para Espinosa tudo que existe, existe em Deus. Por isso tudo é resultado necessário da natureza de Deus.

3. Deus a Causa Livre:

3. Deus a Causa Livre Necessário é aquilo que é determinado por outra coisa ou pessoa a existir, e deve por isso agir de determinada maneira. Só Deus não é necessário. Deus é a única causa livre Dois conceitos natureza naturante e natureza naturada .

Slide 11:

Natureza Naturante Existe por si e apenas por si é determinado a agir É livre Não é necessário São os atributos da natureza de Deus.

Slide 12:

Natureza Naturada É aquilo que existe e age determinado por outrem É necessário Não é livre porque depende da necessidade de outrem para existir ou agir É a manifestação das necessidades da Natureza de Deus Contrário ao livre arbítrio

4. A Verdadeira Liberdade:

4. A Verdadeira Liberdade Verdadeira liberdade é conhecer e agir de acordo com a causa necessária de todas a coisas. Conhecer a causa necessária significa conhecer o próprio Deus que é causa livre

4. A Verdadeira Liberdade:

4. A Verdadeira Liberdade Os homens se julgam livres, porque são conscientes de sua vontade O homem não conhece a causa que determina a sua vontade que é Deus Liberdade separada de Deus é confusa e indistinta

4. A Verdadeira Liberdade:

4. A Verdadeira Liberdade Quando o pensamento do Homem se funde com o de Deus o Homem torna-se livre A virtude é a verdade em ação A verdade é Deus em ação A vida eterna é o reino da liberdade

Slide 16:

E conhecereis a verdade, e a verdade os libertará. (João 8-32)

authorStream Live Help