Historia Matematica no Brasil

Views:
 
Category: Education
     
 

Presentation Description

No description available.

Comments

By: naell (45 month(s) ago)

como baixar slide ?

Presentation Transcript

O Desenvolvimento da Matemática no Brasil (1930 à 1980) : 

O Desenvolvimento da Matemática no Brasil (1930 à 1980) Universidade Católica do Salvador Alexsandro Leandro Luciana Mércia Paulo Tatiane

O Desenvolvimento da Matemática no Brasil (1930 à 1980) : 

O Desenvolvimento da Matemática no Brasil (1930 à 1980) Década 30 Paulo Década 40 Alexsandro Década 50 Luciana Década 60 Mércia Década 70 Tatiane Década 80 Leandro

Slide 3: 

A Matemática na década de 30 A década de 1920 e constituiu um período da história de nosso país no qual uma parte expressiva da intelectualidade brasileira se mobilizara, em movimentos,para conscientizar a nação da necessidade de solução dos grandes problemas de então.

Slide 4: 

A Matemática na década de 30 Semana de Arte Moderna de São Paulo Semana de Arte Moderna ocorreu no Teatro Municipal de São Paulo, em 1922, tendo como objetivo mostrar as novas tendências artísticas que já vigoravam na Europa. Esta nova forma de expressão não foi compreendida pela elite paulista, que era influenciada pelas formas estéticas européias mais conservadora

A Matemática na década de 30 : 

A Matemática na década de 30 Em 1921 a Sociedade Brasileira de Ciências passa a ser a Academia Brasileira de Ciências (ABC) que iniciaram o intercâmbio com Cientistas e com Instituições estrangeiras Em 1924 fundada a Associação Brasileira de Educação - ABE

A Matemática na década de 30 : 

A Matemática na década de 30 1932 – Manifesto dos Pioneiros da Educação, tendo como um dos signatarios o Educador Anisio Teixeira 1934 – Fundação da USP, com a Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras – FFCL 1935 – Fundação da Universidade do Distrito Federal no Rio de Janeiro a UDF. 1936 – Jornal Da Matemática Pura e Aplicada 1939 – A UDF transforma-se em Faculdade Nacional de Filosofia – FNFI da Universidade do Brasil

A Matemática na década de 30 : 

A Matemática na década de 30 Fundação da USP Formação de Profissionais ligados ao magistério e à pesquisa cientifica básica e atuando nas áreas das ciências exatas, humanas e biológicas entre outras. Contratação de Professores Europeus Seminário Matemático Físico

Slide 8: 

Entre os anos de 1933 e 1934 Theodoro Ramos(1891-1936) auxiliara Comissão Organizadora para fundar a Universidade de São Paulo - USP Luigi Fantappiè, em 1940: - A criação de um grupo de pesquisa sobre funcionais analíticos; - Modernizou os cursos de Cálculo Diferencial e Integral; - 1ª Turma de do curso de Matemática da Nova faculdade de filosofia A Matemática na década de 40 Luigi Fantappiè

Slide 9: 

A Matemática na década de 40 Em 1945 chegara ao Brasil Dr. Antonio A. R. Monteiro e iniciara cursos e seminários de formação A partir de 1945 foram fundadas , no Brasil , as sociedades cientificas de Matemática Em 1942, iniciaram na USP os estudos de pós – graduação em Matemática, após o decreto do Governo Estadual. Instituíra o grau de doutor em ciências pela FFCL- faculdade de filosofia ciências e letras da USP Antonio A. R. Monteiro

Slide 11: 

Entre 1945 e 1946 Por iniciativa de Antonio Monteiro fundou-se em uma importante revista de pesquisa matemática, sob responsabilidade do núcleo de matemáticos da Fundação Getúlio Vargas, a Summa Brasiliensis Mathematicae, A Matemática na década de 40 Sob influência de André Weil foi fundada a Sociedade de Matemática de São Paulo em 1946 iniciou-se a publicação do Boletim da Sociedade de Matemática de São Paulo. André Weil

Slide 12: 

A Matemática na década de 50 As contribuições de matemáticos estrangeiros * Efeito pós Segunda Guerra Mundial A.Adrian Albert Marshall H. Stone Matemáticos que vieram ao Brasil: Warren Ambrose, A. Adrian Albert e Marshall H. Stone, dentre outros.

Slide 13: 

Matemáticos estrangeiros que lecionaram na UFPE: José Morgado, Alfredo Pereira Gomes e Manuel Zaluar Nunes. A Matemática na década de 50 Instituto de Física e Matemática da UFPE (Em 1957) Alfredo P. Gomes José Morgado

Slide 14: 

A Matemática na década de 50 Elza Furtado Gomide Os Estudos Pós-Graduados em Matemática na USP Elza Furtado Gomide (graduada em Matemática pela FFCL – Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras – da USP): Primeira brasileira a obter o grau de doutor em Matemática por uma instituição brasileira. Novo regime de doutoramento da USP: Em 1952 fora especificado a quem teria o doutorado, no caso da Matemática, o referido decreto estatuíra que seria conferido o título de doutor em Ciências.

Slide 15: 

A Matemática na década de 50 Colóquio Brasileiro de Matemática Importante evento científico para o Brasil, fora sugerido por Dr. Chaim S. Höing. Aconteceu no período de 1 a 20 de Julho de 1957 em Poços de Caldas, MG Foram realizadas 20 Conferências, dentre elas estão os cursos: Topologia Algébrica, Geometria Diferencial, Álgebra Multilinear e Variedades Diferenciáveis, Teoria de Galois, Teoria dos Números Algébricos, Análise Funcional, Classification of Homogeneous Kaehlerian Manifolds, Sur lês Variétés Feuilletés. Após o relatório final sobre o evento, a Comissão Organizadora do Colóquio, sugerira que o evento fosse realizado a cada 2 anos.

Slide 16: 

A Matemática na década de 50 Colóquio Brasileiro de Matemática Criação do Instituto de Matemática no CNPq. Não fora realizado o concurso para Professor Catedrático da cadeira de Análise Matemática e Análise Superior do Departamento de Matemática da FNFi (Faculdade Nacional de Filosofia). Surgimento do IMPA (Instituto de Matemática Pura e Aplicada) em 1952 no Rio de Janeiro. Antiga sede do IMPA, em 1957

Década de 60 : 

Década de 60 Contexto Histórico no Brasil No dia 21/04/1960 Brasília é inaugurada, é a nova capital do país, por Juscelino Kubitschek. Ditadura Militar, em 1964.

A Matemática na década de 60 : 

A Matemática na década de 60 No eixo Rio – São Paulo foram iniciados os programas de pós – graduação Stricto Sensu em Matemática. Antiga sede do IMPA, em 1967 Em 1960, o IMPA primeira instituição a criar o programa de pós graduação em um convênio com UFRJ com mestrado e doutorado. Atual sede do IMPA

Slide 19: 

A Matemática na década de 60 Em 21/04/1962 foi inaugurada a UnB elaborado por Darcy Ribeiro, foi criado nesta instituição Instituto Central de Matemática (ICM). Darcy Ribeiro Campus da UnB, em 1962

Slide 20: 

A Matemática na década de 60 - Foi criado no ICM um programa de pós-graduação, mestrado, sob a coordenação do Dr. Leopoldo Nachbin e tendo como vice-coordenador o Dr. Elon L. Lima Leopoldo Nachbin Elon Lages Lima

Slide 21: 

Policias invadindo a UnB A Matemática na década de 60 Em 1964, a ditadura instalada com o golpe militar traria anos difíceis para a UnB. O campus foi invadido por policiais militares e do Exército. Após 1964, fora criado outro programa de pós graduação em Matemática com um corpo docente modificado. Em 1967 foi fundado o curso de mestrado em Matemática na UFPE. RUY LUIS GOMES JOSÉ MORGADO

Slide 22: 

Colóquio Brasileiro de Matemática na década de 60 * vários professores estrangeiros** 35 de universidades estrangeiras

Slide 23: 

Sociedade Brasileira de Matemática A Matemática na década de 60 Em 1969, foi fundada a SBM (Sociedade Brasileira de Matemática) durante a realização do 7º Colóquio Brasileiro de Matemática, em Poços de Caldas No final da década de 1960 e início da década de 1970, fora iniciado por parte do Governo Central, um forte programa de incentivo financeiro para alunos de pós-graduação e para jovens docentes. Em Julho de 1967, durante a realização do 6ª Colóquio Brasileiro de Matemática, foi planejado mais um evento matemático: Escola Latino-Americana de Matemática (ELAM). Le Nachbin Dr. Heitor G. de Souza OEA (Organização dos Estados Americanos)

A Matemática na década de 70 : 

A Matemática na década de 70 Em nosso país, já estavam consolidados, vários centros de pesquisa e de pós-graduação, todos eles com linhas de pesquisa e estudos bem definidas. A comunidade matemática brasileira já estava inserida no contexto científico internacional e apresentava boa produção de artigos de alta qualidade publicados nas mais importantes revistas internacionais.

A Matemática na década de 70 : 

A Matemática na década de 70 Nessa mesma década, membros da comunidade matemática brasileira passaram a proferir palestras, como convidados, no Congresso Internacional de Matemáticos, evento científico realizado a cada quatro anos desde 1897.

A Matemática na década de 70 : 

A Matemática na década de 70 Sobre a SBM De 1970 a 1986, a SBM organizou em parceria com o IMPA reuniões nacionais anuais sobre diversos temas da Matemática. Um projeto da SBM destinado à divulgação da Matemática é a Olimpíada Brasileira de Matemática, organizada desde 1979. Hoje consolidada e contando com o apoio de várias instituições.

A Matemática na década de 70 : 

A Matemática na década de 70 A SBM mantém diversos projetos de publicação. Na linha de periódicos, a primeira publicação foi o Boletim da Sociedade Brasileira de Matemática ocorrida em 1970, que em seu primeiro número, na página 1, contou com o artigo The Early Development of Algebraic Topology de autoria de Solomon Lefschetz.

A Matemática na década de 70 : 

A Matemática na década de 70 Sobre o IMPA A partir de 1970 estabeleceu programas regulares de mestrado e doutorado, com uma grande expansão de suas atividades de pesquisa e formação de pesquisadores. De fato, as mudanças institucionais realizadas no CNPq na década de 70 permitiram que o IMPA desse um salto qualitativo e ampliasse suas atividades, pela oportunidade de contratação de um quadro fixo de pesquisadores.

A Matemática na década de 70 : 

A Matemática na década de 70 Os programas de mestrado e doutorado passaram a ter caráter regular, sendo o IMPA a primeira instituição em matemática a ter, a partir de 1971, mandato do Conselho Federal de Educação para outorgar os graus de mestre e doutor. Até o ano de 1979, o IMPA havia concedido quarenta e dois graus de doutor em Matemática e mais de sessenta graus de mestre em Matemática. Na década de 70 já se podia contar em pouco mais de três centenas o número de artigos escritos e publicados por jovens matemáticos brasileiros em conceituadas revistas internacionais. Os artigos abrangiam áreas como: Álgebra, Análise Matemática, Equações Diferenciais e Geometria, dentre outras.

Slide 30: 

A Matemática na década de 80 As competições de Matemática tiveram início em 1894, na Hungria AS OLIMPÍADAS DE MATEMÁTICA NO BRASIL E NO MUNDO FORMATO ORIGINAL DAS PROVAS 80% Geometria plana, teoria dos números e combinatória Participam cerca de 100 países Estudantes Início em 1979

Slide 31: 

A Matemática na década de 80 A importância de participar da OBM É a possibilidade de o aluno criar novos vínculos com a escola e também de mudança de atitude com relação à Matemática. Desta maneira o aluno sai da rotina da sala de aula, interagindo diretamente com colegas e professores, descobrindo a Matemática como linguagem viva de descrição de fenômenos naturais, científicos e tecnológicos, com seus métodos próprios de pensamento e de beleza própria.

Slide 32: 

A Matemática na década de 80 PRIMEIRA PARTICIPAÇÃO DO BRASIL (1979) Nicolau Corção Saldanha (RJ) (1981) Raph Costa Teixeira (RJ) (1986 e 1987) Carlos Gustavo Tamn de Araújo Moreira (RJ) (1990) Artur Ávila Cordeiro de Melo (RJ) (1995) Rui Lopes Viana Filho (SP) (1998) OLIMPÍADAS BRASILEIRA DE MATEMÁTICA - OBM (1979) TEM COMO OBJETIVO PRINCIPAL SELECIONAR OS ALUNOS QUE VÃO REPRESENTAR O BRASIL NAS DIVERSAS OLIMPÍADAS INTERNACIONAIS (INTERNACIONAL, IBERAMERICANA, ETC) Alemanha, Canadá, França, e Inglaterra Sociedade Brasileira de Matemática

authorStream Live Help