Gestão Financeira

Views:
 
Category: Education
     
 

Presentation Description

Um breve resumo sobre a importancia dos controles financeiros para uma empresa e a apresentação de um modelo de controle de caixa

Comments

Presentation Transcript

Gestão Financeira Unidade II - Movimento de caixa: 

Gestão FinanceiraUnidade II CONTROLE DE MOVIMENTO DE CAIXA

Objetivos da Unidade : 

Ao final desta lição você deverá ser capaz de: Explicar a importância do controle de movimento de caixa para a empresa; Identificar como o controle de movimento de caixa pode ajudar na gestão financeira; Executar os lançamentos nas planilhas de controle de forma correta segundo os princípios básicos da contabilidade. Objetivos da Unidade

Para quê serve o controle de movimento de caixa? : 

Controle do movimento de entrada e saída de dinheiro na empresa; Controlar e analisar despesas; Fornecer informações para a apuração de custos; Registrar o volume de receitas geradas pelas vendas/serviços; Acertar o caixa contábil. Para quê serve o controle de movimento de caixa?

O controle do movimento de entrada e saída de dinheiro na empresa : 

No caixa na empresa é registrada a entrada de dinheiro proveniente: Da venda de mercadorias, Da prestação de serviços, Do recebimento de juros e outros dividendos. Assim como a saída de dinheiro para pagamento de: Salários, Insumos para produção, Impostos, Remuneração dos acionistas, Entre outras despesas. O controle do movimento de entrada e saída de dinheiro na empresa Inove Consultores

Controle do movimento de entrada e saída de dinheiro na empresa : 

Veja como funciona, de forma resumida, o ciclo financeiro de uma empresa. Controle do movimento de entrada e saída de dinheiro na empresa Inove Consultores

Tipos de controle para o movimento de caixa. : 

O movimento de caixa deve ser acompanhado diariamente buscando afastar erros/fraudes e não acumular trabalho. Pode se fazer o Controle Global de todas as entradas e saídas (Bancos, clientes, fornecedores, compras à prazo e à vista, juros, antecipações de recebíveis etc.) ou optar pelo Controle do check out apenas (clientes e compras à vista), deixando outros lançamentos para controles paralelos (bancos, contas a pagar, contas a receber). O que não se pode é negligenciá-lo, pois isso facilita erros e fraudes. Inove Consultores Tipos de controle para o movimento de caixa.

Regime de Caixa e de Competência? : 

O que é o regime de competência?  Princípio da Competência: estabelece que as receitas e as despesas devem ser atribuídas aos períodos de sua ocorrência, independentemente de recebimento e pagamento. Regime de Caixa e de Competência?

Regime de Caixa e de Competência? : 

O que é o regime de caixa?   É a sistemática onde se apura a base de cálculo dos impostos pelas receitas efetivamente recebidas. Regime de Caixa e de Competência?

Regime de Caixa ou de Competência? : 

Qual regime é mais interessante para a empresa?    O regime de caixa é mais interessante para a empresa, pois uma receita não recebida, jamais será computada para a cobrança de impostos. A partir da publicação da Instrução Normativa 104/98 (DOU 26.08.1998), passou-se a admitir o regime de caixa para a tributação da receita bruta. Dessa forma, é admissível a tributação da receita bruta somente por ocasião do recebimento da mesma. Regime de Caixa ou de Competência?

Regime de Caixa ou de Competência? : 

A tributação somente por ocasião do recebimento da receita está sujeita às seguintes condições: emissão da nota fiscal por ocasião da entrega do bem ou da conclusão do serviço; caso seja mantida escrituração somente do Livro Caixa, neste deverá ser indicada, em registro individual, a nota fiscal a que corresponder a cada recebimento; caso seja mantida escrituração contábil, os recebimentos das receitas deverão ser controlados em conta específica, na qual, em cada lançamento, deverá ser indicada a nota fiscal a que corresponder o recebimento. Regime de Caixa ou de Competência?

Regime de Caixa ou de Competência? : 

As empresas optantes pela sistemática do Lucro Presumido podem pagar o Imposto de Renda, Contribuição Social sobre o Lucro, PIS e COFINS, reconhecendo as receitas pelo regime de caixa. Estas orientações também são válidas para empresas optantes pelo SIMPLES Federal. Para fins de controle interno, adotaremos o regime de caixa por apresentar um retrato mais próximo da real situação financeira da empresa. Regime de Caixa ou de Competência?

Controle de Caixa na prática : 

Vamos iniciar com um modelo mais simples de controle de caixa. O Controle Checkout Controle de Caixa na prática

authorStream Live Help