Gravidez.na.adolescencia.Dra.Marta

Views:
 
Category: Entertainment
     
 

Presentation Description

No description available.

Comments

Presentation Transcript

Slide 1: 

Dra. Marta Abad Gravidez na adolescência Programa Saúde da Mulher Secretaria de Saúde - Uruguaiana-RS

Slide 2: 

1 a cada 5 pessoas no mundo está na faixa de 10 a 19 anos. No Brasil o IBGE calculou uma população entre 36-38 milhões de adolescentes (1/5 da população total). A cada ano mais de 14 milhões de adolescentes dão a luz no mundo. No Japão 1% e na Nigéria 53%. No Brasil (SUS) 23,3% dos partos são em adolescentes até 19 anos. Região Norte – 30,4% Região Nordeste – 26,2% Região Centro-oeste – 25,4% Região Sul – 21,1% Região Sudeste – 19,8% Segundo Ministério da Saúde, no Brasil 1 milhão de meninas engravidam por ano antes dos 20 anos. Alguns Dados...

Slide 3: 

Alguns Dados... Os adolescentes hoje tornam-se sexualmente maduros mais cedo: a menarca e a espemarca são mais precoces o que antecipa em aproximadamente 4-5 anos a idade reprodutiva da maturidade emocional. O início da vida sexual tem ocorrido cada vez mais cedo. Segundo a BENFAM (Sociedade Civil de Bem Estar Familiar) as taxas de fecundidade decrescem rapidamente em todas as faixas etárias, exceto entre 10 a 19 anos. 11,5% dos jovens com 15 anos; 42,5% com 18 anos; 61,1% com 20 anos já iniciaram a vida sexual. Em geral as adolescentes iniciam tarde o pré-natal e são menos assíduos nas consultas, dificultando o controle da gestação.

Slide 4: 

Partos em menores de 19 anos 1993 à 2011 em Uruguaiana

Slide 5: 

Fecundação • Quando ocorre a fecundação do óvulo pelo espermatozóide, forma-se o ovo, que se dirige ao útero para se fixar (implantar) no endométrio (com revestimento próprio para receber o ovo). Temos então a gravidez! Esperma Pênis Espermatozóide Fecundação Óvulo

Slide 6: 

Ovário Útero Implantação Ovulação Revestimento do útero Trompa de Falópio Fecundação Espermatozóide Divisão celular do óvulo Fecundação

Slide 7: 

Uma gravidez na adolescência pode gerar medo, insegurança ou desespero. A desorientação e o sentimento de solidão são reações muito comuns, principalmente no momento da descoberta da gravidez. No entanto, não se pode ter uma falsa idéia de que toda gestação, entre adolescentes, seja inconseqüente e desastrosa. Para muitas e muitos adolescentes, não existe uma relação direta entre gravidez e fim da juventude. Muitas famílias não vêem isso como uma ruptura social e se solidarizam com a gravidez.

Slide 8: 

Menarca mais precoce; Maior desagregação familiar; Maior liberdade dos jovens; Menor controle da família e da escola; Influência da sociedade e mídia; Pressão do grupo; Falta de informação sobre métodos anticoncepcionais; Falta de acesso aos métodos contraceptivos e serviços de saúde; E especialmente o verdadeiro significado da sexualidade e do amor. Causas + comuns:

Slide 10: 

Entre as razões relacionadas a insuficiência de cuidados estão: Gravidez indesejada; Necessidade de muitos adolescentes de ocultar sua existência; Dificuldade de acesso ao pré-natal; Resistência ao controle do pré-natal; Poucas informações educacionais e culturais; Dificuldade em assumir perante a família e a sociedade a sua condição; Precariedade de serviços oferecidos; Despreparo das equipes de saúde para lidar com a população de adolescentes.

Slide 11: 

Quando analisamos a questão com mais cuidado, percebemos que a gravidez na adolescência torna-se um grande problema quando a sociedade e o poder público não garantem, efetivamente, o direito de viver a adolescência, o apoio para as adolescentes grávidas (e os adolescentes grávidos) e, ao mesmo tempo, não se responsabilizam pelo acesso à contracepção entre adolescentes. Como é possível, em nossa realidade de trabalho, contribuir para a superar esta situação?

Slide 12: 

Portanto para diminuir a incidência da gravidez na adolescência, necessitamos de políticas públicas e programas voltados para a saúde sexual e reprodutiva dos adolescentes que englobem a educação, os conceitos e os uso correto dos métodos contraceptivos, que ofereçam além do método, o acompanhamento médico e de enfermagem, visto a necessidade destes de informação e meios de prevenção da gravidez.

Slide 13: 

“Vivenciar situações de perigo não é só um grande desafio, mas pode ser o determinante da condição do adolescente. Isso porque tais situações abrem a possibilidade de descobrir o novo, de testar os próprios limites e de experimentar ‘emoções inusitadas’”.

Conclusão : 

Conclusão A gravidez na adolescência é um grave problema social que só será resolvido quando os adolescentes entenderem a importância da prevenção e do sexo seguro, vendo-o como uma atitude que deve ser tomada com muita segurança e respeito. A função de pais e educadores é fazer com que o jovem assimile esse mundo de informações que lhes são jogadas diariamente e não apenas acreditar que eles já sabem tudo.

Slide 15: 

Informação... Conhecimento... ...saúde e qualidade de vida!

authorStream Live Help