Promoção da Posse Responsável apresentação sem cavalos II

Views:
 
Category: Entertainment
     
 

Presentation Description

No description available.

Comments

Presentation Transcript

Promoção da Posse Responsável de Animais de Companhia.:

Promoção da Posse Responsável de Animais de Companhia. MSc . Marilia de F. C. Celestino Alves M. Veterinária – Secretaria de Meio Ambiente – PMU

Introdução :

Introdução Animais errantes – problema global; Atividades desenvolvidas pelo poder público: - antes - agora Criação dos programas de estímulo a posse responsável.

Papel dos Órgãos Públicos:

Papel dos Órgãos Públicos Funcionamento dos CCZs ; Sacrifício de animais – indesejável mas inevitável (?); ONGs – manutenção de animais – em quais condições? Posse responsável – primeira alternativa com adesão de ambas as partes; Busca de novas e criativas alternativas! “Fugindo do CCZ”

Papel da Escola e dos Multiplicadores:

Papel da Escola e dos Multiplicadores Papel fundamental na construção do conhecimento formal e informal; Posse responsável – Meio ambiente; Integração com a comunidade é fundamental para conhecer suas necessidades e interesses; Única forma de um projeto dar certo em uma comunidade!

Benefícios de Possuir Animais:

Benefícios de Possuir Animais A presença de um animal de estimação minimiza a tristeza, depressão, solidão e ampara em momentos de doenças, morte e crises familiares; No desenvolvimento de crianças, despertam auto-estima, responsabilidade, empatia e aceitação; Favorecem a interação com pessoas desconhecidas, a confiança e amizade; Como apoio em momentos de transição;

Slide 6:

Como suporte para pessoas com necessidades especiais; Como fator da melhoria da qualidade de vida de pessoas idosas, ajudando a reduzir o sentimento de isolamento, solidão e estresse, aumentando a motivação e facilitando atividades saudáveis, como caminhadas; Os terapeutas têm utilizados animais para uma variedade de tratamentos clínicos como fobias, ensinando novas habilidades como andar, falar e implementando comportamentos sociais apropriados. Benefícios de Possuir Animais

Domesticação de Cães:

Domesticação de Cães “Canis lúpus” na China – 500 a 200 mil antes de Cristo; Domesticação – 20 a 8 mil a.C.; Israel - 9.750 a 9.350 a.C – idoso com cãozinho de 3 a 5 meses de idade; Homem e o lobo; Cultura romana – presença marcante de cães; “cave Canem” - “Cuidado com o cão!”

Comportamento e Educação de Cães:

Comportamento e Educação de Cães Animais dóceis que consideram a família aonde estão inseridos como sua matilha; Relação com o homem de dominância-submissão; Estabelecer quem manda o quanto antes! NUNCA É PRECISO BATER NO ANIMAL!

Slide 9:

Andar na rua sempre com guia e coleira; Recolher as fezes – melhor destino: esgoto; Comportamentos básicos: postura de defesa; postura de submissão; postura de agressão; postura de contentamento; Comportamento e Educação de Cães

Domesticação de Gatos:

Domesticação de Gatos 3.500 a.C. – convívio com humanos para combater roedores; 1.500 a.C. – egípcios domesticaram gato africano e o “endeusaram”; Roma – símbolo de liberdade; Ásia – proteção das larvas do bicho da seda; Idade média – associados a bruxas e demônios morreram aos milhares – conseqüência: peste bubônica; Século XVI – gato Angorá chega a Europa.

Comportamento e Educação de Gatos:

Comportamento e Educação de Gatos Relação com o homem de aceitação/tolerância; Pelo convívio com o homem ser mais recente do que o dos cães, mantêm um certo “ar” selvagem; Adaptam-se muito bem a lugares pequenos; Machos inteiros marcam território urinando, como os cães; São sensíveis e delicados. Excelentes caçadores; Transporte só em caixas adequadas.

Conceito de Posse Responsável:

Conceito de Posse Responsável Consciência da responsabilidade ao se ter cães ou gatos; Consciência da dependência do animal; Cuidados com a saúde, cuidados e AFETO; Convivência deve ser harmoniosa.

Escolha do Animal:

Escolha do Animal Espécie que mais interessa: cão ou gato? Finalidade do animal: estimação? Guarda? Há crianças em casa? Há outros animais em casa? Idade preferida: filhote ou adulto? Porte do animal: grande ou pequeno?

Cuidados Básicos:

Cuidados Básicos Higiene, alimentação; Esquema de vacinação: Cães : 2 meses – 1ª dose V8 – protege contra cinomose , hepatite, leptospirose, corona viroses, parvovirose e parainfluenza ; 3 meses – reforço da V8 e a 1ª dose contra raiva; 4 meses – reforço da V8 e reforço contra raiva. Gatos : 2 meses – 1ª dose tríplice – protege contra panleucopenia , rinotraqueíte , calcivirose , ou quíntupla que também protege contra clamidiose e leucemia felina; 3 meses – reforço da tríplice ou quíntupla e 1ª dose contra raiva; 4 meses – reforço da tríplice ou quíntupla e reforço contra a raiva.

Esterilização/Castração:

Esterilização/Castração Cadelas – cios de aproximadamente 14 dias, duas vezes por ano; Gatas – cios aproximadamente a cada 21 dias, com 3 a 4 crias por ano; 1 cadela em 6 anos = 67.000 novos animais; 1 hora – 415 novos bebês nos EUA = 2 a 3 mil novos bichinhos; Para onde vão estes animais? Serão bem tratados ou sofrerão eutanásia?

Slide 16:

Vantagens da Castração Cio deixa de ocorrer; A cadela e a gata deixam de atrair os machos e procriar; Diminui o risco de tumores de mamas e útero; O animal fica mais tranqüilo; Aumenta o período de vida do animal; Diminui o risco de transmissão de doenças sexuais. Fêmeas:

Slide 17:

Vantagens da Castração Machos Sem instinto de reprodução o animal fica mais tranqüilo; Diminui o risco de fugas atrás das fêmeas; Diminui a necessidade de marcar território através da urina no ambiente; Diminui o problema de latidos e uivos excessivos; Aumenta o período de vida do animal.

Slide 18:

LEMBRE-SE: Um animal castrado vive mais, foge menos, briga menos, não marca território, fica mais dócil e calmo e tem menos problemas de doenças do aparelho reprodutor, como piometras, mastites e vários tipos de tumores.

Agressão por Cães e Gatos:

Agressão por Cães e Gatos Animais sempre reagem a algum estímulo; 50% das agressões são em pessoas até 15 anos; Outras agressões – profissionais de risco; Homens – agressões por cães ; Mulheres – agressões por gatos ; Maioria das agressões – em casa !

Legislação:

Legislação É obrigação dos proprietários a manutenção dos animais, inclusive, da segurança do local aonde está confinado; Não deve ficar perto de portões ou portas; Na existência de animal bravio – fixar aviso.

Slide 21:

Art. 32 da Lei Federal 9.605/98: “Praticar ato de abuso, maus tratos, ferir ou mutilar animais silvestres domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos é crime. A pena é de detenção, de 3 meses a 1 ano e também pagamento de multa. A pena é aumentada de 1 sexto a 1 terço, se ocorrer a morte do animal”.

Agressividade Canina – classificação::

Agressividade Canina – classificação: Dominância; Territorialidade; Posse; Instinto predatório; Medo; Instinto maternal; Influência hormonal; Brincadeiras; Como o proprietário não entende a causa do comportamento agressivo e muito menos se vê como culpado por este comportamento, acaba com freqüência abandonando o animal. Como Controlar a agressividade? EDUCAÇÃO

Ataque - Defesa:

Ataque - Defesa

Agressividade Felina - Classificação:

Agressividade Felina - Classificação Territorialidade; Autodefesa; Amigos ou inimigos – não existe meio termo para os gatos; Fuga, ameaça, combate, conflito; Sinais de agressividade: pupilas dilatadas, agitação da extremidade da cauda, corpo retesado, orelhas abaixadas, pêlos retesados, silvos, etc...

Convivência com Animais - Educação -:

Convivência com Animais - Educação - Educação Básica: SIM é SIM e NÃO é NÃO! Recompensa - carinho ou guloseima (para cães); Hierarquização – o cão não pode estar acima de ninguém na família; Socialização – início: 3 semanas de idade. Máximo: 3 meses; Autocontrole – controle da força, reações e necessidades fisiológicas.

Principais Zoonoses Transmitidas por Cães, Gatos e outros Animais:

Principais Zoonoses Transmitidas por Cães, Gatos e outros Animais Raiva: Rhabdovírus ; Reservatório; Modo de transmissão; Medidas de Prevenção.

Leishmaniose:

Leishmaniose Protozoário Leishmania ; Formas: Cutânea-mucosa ou visceral; Reservatório; Meio de Transmissão; Medidas Preventivas.

Leptospirose:

Leptospirose Bactérias do gênero Leptospira; Reservatório; Modo de transmissão; Medidas de prevenção. Desratização do CCZ

Complexo Larva Migrans Visceral/Toxocaríase:

Complexo Larva Migrans Visceral/Toxocaríase Parasita gênero Toxocara ; Reservatório; Modo de transmissão; Medidas de prevenção.

Toxoplasmose:

Toxoplasmose Protozoário do gênero Toxoplasma ; Reservatório; Modo de transmissão; Medidas de prevenção.

Larva Migrans Cutânea “bicho geográfico”:

Larva Migrans Cutânea “bicho geográfico” Parasita gênero Ancylostoma ; Reservatório; Modo de transmissão; Medidas de prevenção.

Slide 32:

Não existe animal ruim. Existe dono ruim! Obrigada! lilalvesvet@hotmail.com

authorStream Live Help