Implantação da República 1910

Views:
 
Category: Education
     
 

Presentation Description

No description available.

Comments

By: carlao1996 (43 month(s) ago)

Olá, gostei muito do power point, sou professor de história e gostaria imenso de mostrar este magnifico power point aos meua alunos. o meu e-mail é joaofaia_96@hotmail.com- agradecia que me mandassem o power point por e-mail. Saudações e muito obrigado.

By: pneiva (43 month(s) ago)

Gostei deste PP. Sendo esuqemático ajuda o menos atento a compreender a Implantação da República

By: preto123 (43 month(s) ago)

MUITO BOM

Presentation Transcript

A IMPLANTAÇÃO DA REPÚBLICA 1910 : 

A IMPLANTAÇÃO DA REPÚBLICA 1910

A IMPLANTAÇÃO DA REPÚBLICA 19101. A QUEDA DA MONARQUIA : 

CRISE DA MONARQUIA ULTIMATO INGLÊS DESCONTENTAMENTO DA CRISE ECONÓMICA CLASSE MÉDIA E DO OPERARIADO DE 1890-91 REVOLTA DE 31 DE JANEIRO ASCENSÃO DO PARTIDO REPUBLICANO REGICÍDIO A IMPLANTAÇÃO DA REPÚBLICA 19101. A QUEDA DA MONARQUIA Protestos contra o Ultimato (1890) Revolta no Porto em 31.01.1891 Regicídio (1908)

A IMPLANTAÇÃO DA REPÚBLICA 19102. A REVOLUÇÃO DE 5 DE OUTUBRO : 

1. Bombardeamento do Palácio das Necessidades; 2. Prisão dos Jesuítas; 3. Visita do Governo Provisório aos revoltosos; 4. Barricada da Rotunda; 5. Desembarque da Marinha no Terreiro do Paço; 6. Fuga da Família Real para a Inglaterra; 7. Proclamação da República. A IMPLANTAÇÃO DA REPÚBLICA 19102. A REVOLUÇÃO DE 5 DE OUTUBRO 1 2 3 4 5 6 7

A IMPLANTAÇÃO DA REPÚBLICA 19103. OS NOVOS SÍMBOLOS : 

A IMPLANTAÇÃO DA REPÚBLICA 19103. OS NOVOS SÍMBOLOS 3. Nova Moeda: O Escudo 2. A Bandeira Nacional está dividida em duas partes: vermelha e verde. No centro da linha vertical encontra-se um escudo com 7 castelos e 5 quinas a azul.  À volta do escudo existe a esfera armilar a amarelo. 2. Novo Hino. Música de Lopes de Mendonça e Letra de Alfredo Keil

A IMPLANTAÇÃO DA REPÚBLICA 19104. A ACÇÃO DOS GOVERNOS REPUBLICANOS: NOVA CONSTITUIÇÃO (1911) : 

A IMPLANTAÇÃO DA REPÚBLICA 19104. A ACÇÃO DOS GOVERNOS REPUBLICANOS: NOVA CONSTITUIÇÃO (1911) A Constituição Política da República Portuguesa de 1911 destaca-se por ter consagrado um novo regime político (a República); tem 87 artigos, agrupados por sete títulos, a saber: - da forma do Governo e do território da Nação Portuguesa; - dos direitos e garantias individuais; - da Soberania e dos Poderes do Estado; - das Instituições locais administrativas; - da Administração das Províncias Ultramarinas; - disposições Gerais; - da Revisão Constitucional. A Constituição consagrava, no seu Título II (Dos direitos e garantias individuais) o seguinte: o direito à liberdade, igualdade, à propriedade e à resistência a todas as formas de opressão. Consagrou também o direito à greve, à educação, à liberdade religiosa e a obrigatoriedade do registo civil..

A IMPLANTAÇÃO DA REPÚBLICA 19104. A ACÇÃO DOS GOVERNOS REPUBLICANOS: AS MEDIDAS SOCIAIS (1911) : 

A IMPLANTAÇÃO DA REPÚBLICA 19104. A ACÇÃO DOS GOVERNOS REPUBLICANOS: AS MEDIDAS SOCIAIS (1911) Reconhecido o direito à greve; Instituição do descanso semanal obrigatório; Fixação da semana laboral de 48 horas. Seguro Social Obrigatório; Igualdade entre filhos legítimos e ilegítimos; Igualdade entre os cônjuges; Protecção à Infância e à Velhice

A IMPLANTAÇÃO DA REPÚBLICA 19104. A ACÇÃO DOS GOVERNOS REPUBLICANOS: AS REFORMAS NO ENSINO (1911) : 

A IMPLANTAÇÃO DA REPÚBLICA 19104. A ACÇÃO DOS GOVERNOS REPUBLICANOS: AS REFORMAS NO ENSINO (1911) Ensino obrigatório e gratuito para todas as crianças dos 7 aos 10 anos. Criação de Jardins de Infância e o aumento do número de escolas primárias. Reforma do Ensino Técnico e criação das modernas Universidades de Lisboa e Porto.

A IMPLANTAÇÃO DA REPÚBLICA 19104. A ACÇÃO DOS GOVERNOS REPUBLICANOS: A LAICIZAÇÃO DO ESTADO (1911) : 

A IMPLANTAÇÃO DA REPÚBLICA 19104. A ACÇÃO DOS GOVERNOS REPUBLICANOS: A LAICIZAÇÃO DO ESTADO (1911) Lei da Separação do Estado da Igreja: proibição do ensino religioso nas escolas; expulsão das ordens religiosas; instituição do divórcio e do casamento civil e nacionalização dos bens da igreja. A República subjuga a Igreja

A IMPLANTAÇÃO DA REPÚBLICA 1910PARTICIPAÇÃO DE PORTUGAL NA 1.ª GUERRA MUNDIAL : 

A IMPLANTAÇÃO DA REPÚBLICA 1910PARTICIPAÇÃO DE PORTUGAL NA 1.ª GUERRA MUNDIAL Em 1914 eclodiu a 1ª Guerra Mundial. O interesse da Alemanha e da Inglaterra nas nossas colónias africanas colocava-as em risco. Assim, Portugal acabou por intervir, ao lado dos aliados, enviando o Corpo Expedicionário Português para França. A intervenção de Portugal na guerra agravou as dificuldades internas e aumentou o descontentamento de alguns sectores da sociedade portuguesa

A IMPLANTAÇÃO DA REPÚBLICA 1910AS DIFICULDADES DOS GOVERNOS REPUBLICANOS (1) : 

A IMPLANTAÇÃO DA REPÚBLICA 1910AS DIFICULDADES DOS GOVERNOS REPUBLICANOS (1) Manifestações durante a Greve Geral(1912) 1. Descontentamento social: Os católicos contra a laicização do Estado; Os operários, funcionários públicos e militares queixam-se da diminuição do nível de vida (os salários não acompanham a subida dos preços); 2. Agravamento das condições económicas: Subida dos preços dos bens de 1ª necessidade, a inflação sobe, as greves sucedem-se

A IMPLANTAÇÃO DA REPÚBLICA 1910AS DIFICULDADES DOS GOVERNOS REPUBLICANOS (2) : 

A IMPLANTAÇÃO DA REPÚBLICA 1910AS DIFICULDADES DOS GOVERNOS REPUBLICANOS (2) O Zé é engolido pelo défice (1912) A República entre inimigos: monárquicos e grevistas (1911) Durante os governos republicanos o défice aumentou; 3. Instabilidade política: Divisão e divergências no Partido Republicano: Afonso Costa lidera o Partido Democrático; António José de Almeida funda o Partido Evolucionista Republicano e Brito Camacho a União Republicana; Grande instabilidade governativa: 45 governos, 8 presidentes e 7 eleições; Oposição militar e política dos monárquicos.

O FIM DA 1ª REPÚBLICAA INSTAURAÇÃO DA DITADURA - 1926 : 

O FIM DA 1ª REPÚBLICAA INSTAURAÇÃO DA DITADURA - 1926 Perante a desorganização económica e instabilidade social (greves, atentados e conspirações), vastos sectores da sociedade defendiam a existência de um governo forte e autoritário. Em 28 de Maio de 1926, militares chefiados pelo General Gomes da Costa levaram por diante um golpe militar que pôs fim à 1ª República e instauraram uma ditadura militar que se manteve até 1933. Chegada de Gomes da Costa a Lisboa (1926)

Trabalho realizado por: : 

Trabalho realizado por: Beatriz Ribeiro nº67º 9ª