Cristãos e Muçulmanos na Península Ibérica

Views:
 
Category: Education
     
 

Presentation Description

No description available.

Comments

By: adrianosoares (27 month(s) ago)

Poderia enviar para adrianos759@gmail.com

By: Juquinha (35 month(s) ago)

Muito didática sua apresentação, além de completa. Poderia, por gentileza, enviá-la por e-mail? julianohki@hotmail.com Grato!

By: BMW730D (39 month(s) ago)

Boa tarde. Se pode-se mandar-me este PowerPoint por e-mail ficaria-lhe muito agradecido. Se poder o meu e-mail é: jorge.abreu@hotmail.com

Presentation Transcript

Slide 1:

Cristãos e Muçulmanos na Península Ibérica

Slide 2:

No início do século VIII, a Península Ibérica foi ocupada pelos Muçulmanos . Durante séculos (até finais do século XV), Cristãos e Muçulmanos viveram períodos de grandes conflitos mas, também, períodos de paz e de tolerância . A Reconquista da Península Ibérica , feita de avanços e de recuos, levou à formação de vários reinos cristãos , entre os quais o de Portugal , em 1143 .

Slide 3:

A conquista da Península Ibérica

Slide 4:

Em 711, os Muçulmanos, provenientes do Norte de África…  …e comandados por Tárique …  …invadiram a Península Ibérica. ► A Península Ibérica , então dominada pelos Visigodos que, após a submissão dos Suevos (585), aí estabeleceram uma poderosa monarquia . A conquista da Península Ibérica

Slide 5:

Contudo... Nos inícios do século VIII, a monarquia visigoda atravessava um período de grandes dificuldades devido a lutas internas pelo poder… …o reino visigodo caiu num estado de grande desorganização … Em consequência... A entrada do exército muçulmano deu-se mesmo a pedido das facções visigodas.

Slide 6:

…foram tolerantes para com os vencidos . No geral, os Visigodos , por acordo com os Muçulmanos :  Continuaram na posse dos seus bens ;  Continuaram a praticar a religião cristã ;  Muitas autoridades administrativas permaneceram nos seus lugares, mediante o pagamento de um imposto. Os Muçulmanos

Slide 7:

… nem todos os habitantes da Península Ibérica aceitaram o domínio muçulmano .  Um pequeno grupo , refugiou-se nas regiões montanhosas do Norte …  … onde se organizou um movimento de resistência para recuperar o território. O Movimento da Reconquista Mas…

Slide 8:

De acordo com a tradição, os primeiros combates deram-se entre: 718 722 e …quando as tropas de Pelágio , nobre visigodo, derrotaram os Muçulmanos na célebre Batalha de Covadonga . Covadonga , local onde Pelágio terá derrotado os Muçulmanos.

Slide 9:

Combates entre Cristãos e Muçulmanos

Slide 10:

Reconquista Movimento cristão de recuperação do território da Península Ibérica, sob o domínio muçulmano.

Slide 11:

A Reconquista foi feita de AVANÇOS e RECUOS … O movimento partiu de vários núcleos de resistência independentes uns dos outros: CATALUNHA

Slide 12:

…formaram-se vários reinos cristãos … O reino de Portugal viria a formar-se mais tarde… Progressivamente…

Slide 13:

A expulsão dos Muçulmanos da Península, ao contrário da rapidez da invasão, foi muito lenta . Na verdade, demorou quase oito séculos , pois, só terminou em 1492 com a conquista do reino de Granada , último reduto da presença muçulmana na Península Ibérica.

Slide 14:

As etapas da Reconquista Cristã No dia 2 de Janeiro de 1492 caiu o Califado de Granada, acontecimento que assinalou o fim da Reconquista Cristã.

Slide 15:

Do Condado Portucalense ao Reino de Portugal

Slide 16:

Na parte ocidental da Península Ibérica , formou-se em meados do século IX, entre os rios Lima e Douro…  Tinha por sede PORTUCALE (actual cidade do Porto);  Era administrado por condes locais ;  Gozava de certa autonomia . Em meados do século IX , devido à Reconquista , as suas fronteiras alargaram-se até ao rio Mondego. O Condado Portucalense

Slide 17:

Uma investida dos Muçulmanos pôs em perigo o REINO de LEÃO e CASTELA . Para travar esta investida, chegaram vários cavaleiros franceses, entre os quais se destacaram dois nobres da família dos duques de Borgonha : D. Raimundo D. Henrique Em 1086…

Slide 18:

Como recompensa pelos serviços prestados… D. Afonso VI , rei de Leão e Castela concedeu: A D. Raimundo O governo da Galiza E a sua filha D. Urraca A D. Henrique O governo do Condado Portucalense E a sua filha D. Teresa

Slide 19:

Apesar de vassalo do rei de Leão e Castela, o Conde D. Henrique procurou sempre alargar os seus poderes e dominar novos territórios . …em 1112 , sucedeu-lhe na chefia do condado, D. Teresa … A sua política de alianças com a família galega dos Travas pôs em risco… A autonomia do Condado Vai gerar uma luta entre D. Teresa e aqueles que defendem a autonomia do Condado Nobres Eclesiásticos Mercadores Quando morreu…

Slide 20:

D. Afonso Henriques – filho de D. Teresa

Slide 21:

Dá-se a BATALHA DE S. MAMEDE da qual, D. Teresa, sai derrotada. O governo do Condado Portucalense é entregue a D. Afonso Henriques.

Slide 22:

Desenvolveu uma acção notável A nível político Alargou o território português até ao Sul do Tejo - Santarém - Lisboa - Alcácer Obteve do rei Afonso VII, rei de Leão e Castela, o título de rei TRATADO DE ZAMORA (1143) A nível diplomático Alcançou do papa Alexandre III: - o reconhecimento do título de rei - e da independência de Portugal BULA MANIFESTIS PROBATUM (1179) D. Afonso Henriques e a formação de Portugal

Slide 23:

Após a morte de D. Afonso Henriques (1185), o alargamento do território português prosseguiu com os reis: D. Sancho II (1223-1247) D. Afonso III (1248-1279) Com quem se concluiu a conquista do Algarve (1249)

Slide 24:

A delimitação das fronteiras entre Portugal e Castela só se fixou pelo TRATADO DE ALCANISES (1297), no reinado de D. Dinis (1279-1325)

Slide 25:

A partir do século VIII e até ao século XV, coexistiram na Península Ibérica duas comunidades com civilizações distintas – a cristã e a muçulmana . Eram civilizações diferentes no que respeita: - À religião; - À Cultura - e à Arte O mundo Muçulmano e o Mundo Cristão

Slide 26:

A comunidade cristã Vivia da terra As cidades eram pequenas e amuralhadas O artesanato e o comércio pouco desenvolvidos A comunidade muçulmana Vivia em cidades maiores A sua economia era mais urbana e mercantil A religião era o Cristianismo A língua era diferente da falada pelos muçulmanos A língua era diferente da falada pelos cristãos A sua cultura era superior à dos cristãos, sendo as cidades de Córdova e de Sevilha os seus mais importantes centros culturais

Slide 27:

Após a invasão, muitos cristãos continuaram a viver nos territórios conquistados pelos Muçulmanos . Uns converteram-se ao Islamismo – os MULADIS … Outros permaneceram fiéis à fé cristã, apesar de terem adoptado os trajes e os costumes muçulmanos – os MOÇARABES MOÇARABES Tinham restrições de culto (Não podiam carregar a cruz ou tocar o sino ) Eram obrigados a pagar determinados impostos Em tempo de intolerância e de perseguição , refugiavam-se em terras cristãs . FORMAS DE RELACIONAMENTO ENTRE OS DOIS MUNDOS

Slide 28:

Após a Reconquista… …muitos Muçulmanos continuaram a viver em terras cristãs. Eram chamados MOUROS. MOUROS Conservaram a sua religião Viviam em bairros separados – as MOURARIAS (onde tinham as suas actividades e praticavam o seu culto). Estavam sujeitos a certas restrições de liberdade …e ao pagamento de impostos A maior parte vivia nos meios rurais e dedicava-se à agricultura

Slide 29:

CRISTÃOS e MUÇULMANOS Estabeleceram relações comerciais e culturais Adoptaram costumes comuns Músicos e dançarinos muçulmanos participavam em festas cristãs Disputavam jogos , entre si, como o xadrez