palestra sobre hipertensão

Views:
 
Category: Entertainment
     
 

Presentation Description

No description available.

Comments

Presentation Transcript

HIPERTENSÃO ARTERIAL:

HIPERTENSÃO ARTERIAL UM ALARME À SAÚDE

Por :

Por Robson Luiz do Nascimento

INTRODUÇÃO:

INTRODUÇÃO O desenvolvimento de hipertensão depende da interação entre a predisposição genética e fatores ambientais, embora ainda não seja completamente conhecido como estas interações ocorrem. Sabe-se no entanto, que a hipertensão é acompanhada por alterações funcionais do siste- ma nervoso, renal entre outros.

Slide 4:

Assim a hipertensão resulta de várias alterações estruturais do sistema cardiovascular que tanto amplificam o estimulo hipertensivo, quanto causam dano cardiovascular.

Slide 5:

A medida da pressão arterial, pela sua importância, deve ser estimulada e realizada, em toda a avaliação de saúde por enfermeiros, médicos e como também outro profissional de saúde qualificado para tal procedimento.

O QUE É PRESSÃO ARTERIAL :

O QUE É PRESSÃO ARTERIAL É a força que faz com que o sangue circule pelas artérias e chegue a todos os tecidos. Essa força é o resultado da ação do coração (papel de bomba), e da resistência que as artérias colocam contra a passagem do sangue.

O QUE É HIPERTENSÃO:

O QUE É HIPERTENSÃO A hipertensão arterial mais conhecida como pressão alta é a elevação da pressão arterial para números acima dos valores considerados normais (140/90mmHg). Essa elevação anormal pode causar lesões em diferentes órgãos do corpo humano, tais como cérebro, coração, rins e olhos.

OBSERVAÇÃO:

OBSERVAÇÃO A pressão arterial varia durante o dia dependendo da sua atividade. Ela aumenta quando você se exercita ou quando está excitado e diminui quando você está relaxado ou quando dorme. Até mesmo a postura sentado ou em pé, influencia a pressão arterial. Este é o motivo pelo qual deve-se aferir várias vezes a pressão arterial, em condições diferentes, para se firmar um diagnóstico de hipertensão arterial.

PARTICULARIDADES DA HIPERTENSÃO:

PARTICULARIDADES DA HIPERTENSÃO É uma doença caracterizada pelo aumento constante da pressão sanguínea, acima da normalidade. Representa uma das causas mais freqüentes de mortalidade em adultos por problemas cardiovasculares.

INCIDÊNCIA:

INCIDÊNCIA Estima-se que há 50 milhões de hipertensos nos EUA. Adultos negros 32%. Brancos 23%. Mexicanos 22%. No Brasil 45% dos homens com mais de 50 anos são hipertensos. A hipertensão é a primeira causa de morte em Portugal.

FATORES DE RISCO:

FATORES DE RISCO RAÇA – A pressão alta é mais comum em pessoas de raça negra do que nas de raça branca. IDADE – Pressão alta ocorre na maioria dos casos em pessoas acima de 35 anos. O risco aumenta com a idade avançada.

Slide 14:

HEREDITARIEDADE – ( ou seja de pai para filho). OBESIDADE – Pessoas com excesso de peso têm maior probabilidade de desenvolver a hipertensão. DIABETES – Pessoas com diabetes muitas vezes também sofrem de hipertensão. Esta combinação aumenta o risco de doenças cardíacas e renais.

Slide 15:

NÍVEL DE COLESTEROL ELEVADO. ABUSO DO FUMO – O habito de fumar é um fator de contribuição para elevar a pressão arterial. ABUSO DO ÁLCOOL – Estudos comprovam que o abuso do álcool pode estar associado á pressão alta.

Slide 16:

EFEITOS COLATERAL PELO USO DE ANTICONCEPCONAIS E ANTI-INFLAMATÓRIOS. SITUAÇÃO DE “STRESS” ( ansiedade, tensão nervosa). ESTILO DE VIDA SEDENTÁRIO. SAL – A ingesta excessiva de sal predispõe ao aumento da pressão arterial.

FATORES DE RISCO:

FATORES DE RISCO

SINAIS E SINTOMAS MAIS COMUNS NA HIPERTENSÃO :

SINAIS E SINTOMAS MAIS COMUNS NA HIPERTENSÃO A hipertensão arterial pode ser assintomática por muitos anos, sem que a pessoa perceba o desenvolvimento da doença. Alguns sintomas podem servir como alerta como por exemplo: cefaleia (dor de cabeça), inchaço na pernas, tontura, fadiga, irritabilidade, impotência sexual, taquicardia(coração batendo acelerado),

Slide 23:

Sangramento nasal, falta de ar, dor no peito, trombose, sensação de mal estar, ansiedade e agitação, borramento da visão, tosse e falta de ar.

MEDIDAS PREVENTIVAS :

MEDIDAS PREVENTIVAS MUDAR O ESTILO DE VIDA; CONTROLAR O STRESS; MANTER O PESO ADEQUADO; REDUZIR O SAL NA COMIDA MODERAR O CONSUMO DE BEBIDAS ALCOOLICAS; PRATICAR EXERCÍCIOS FÍSICOS REGULARMENTE;

Slide 25:

PARAR DE FUMAR; TOMAR O MEDICAMENTO ANTI-HIPERTENSIVO INDICADO PELO MÉDICO, MESMO QUE NÃO ESTEJA SENTINDO NADA.

ERROS COMUNS:

ERROS COMUNS Achar que assistir televisão é bom para relaxar; Que vitaminas e medicamentos naturais “milagrosos” evitam o stress; Se achar velho para começar a fazer exercícios; Ser atleta somente nos finais de semana;

Slide 27:

Não aceitar o uso de medicamento indicado para baixar a pressão, porque nada sente; Achar que o medicamento para a pressão causa impotência; Abandonar o tratamento porque a pressão baixou.

CONSEQÜENCIAS DA PRESSÃO ARTERIAL NÃO CONTROLADA:

CONSEQÜENCIAS DA PRESSÃO ARTERIAL NÃO CONTROLADA Pode ocorrer estreitamento ou rompimento das artérias, dificultando a circulação de sangue para todo o organismo. O resultado pode gerar complicações graves e até mesmo fatais, como por exemplo: infarto do miocárdio, derrame cerebral ou insuficiência renal.

CONCLUSÃO:

CONCLUSÃO Vimos que a pressão arterial elevada pode causar grandes transtornos á saúde do ser humano. Portanto é essencial que tomemos algumas medidas em nosso cotidiano como por exemplo: alimentação saudável; exercícios físicos regularmente (sob orientação de profissional competente; evitar exagero de sal; evitar álcool e cigarro, etc.

Slide 35:

Tomando estas providencias, sem dúvida iremos manter nossa pressão arterial em níveis considerados normais e teremos uma vida mais saudável.

Slide 36:

FIM