A

Views:
 
Category: Entertainment
     
 

Presentation Description

No description available.

Comments

Presentation Transcript

ATIVIDADES ECONÓMICAS:

ATIVIDADES ECONÓMICAS AGRICULTURA: Fatores que a condicionam

O QUE É A AGRICULTURA?:

O QUE É A AGRICULTURA? Agricultura é a actividade que tem como objectivo a exploração de recursos do solo a fim de satisfazer as necessidades essenciais do Homem, nomeadamente a sua alimentação .

FATORES QUE CONDICIONAM A AGRICULTURA:

FATORES QUE CONDICIONAM A AGRICULTURA

Como o clima condiciona a agricultura?:

Como o clima condiciona a agricultura? O clima é considerado o fator mais importante de influencia na agricultura, pois condiciona a distribuição geográfica das espécies vegetais e as variedades cultivadas. A temperatura , a humidade , o vento e a luz solar intervêm nas funções vitais das plantas. Cada cultura necessita de condições naturais que facilitem o seu desenvolvimento.

Clima: a temperatura…:

Clima: a temperatura… Influencia a fotossíntese, a respiração e a transpiração das plantas. Cada espécie agrícola tem um limite de tolerância para lá do qual pode morrer. Exemplo: O trigo não resiste a temperaturas inferiores a -17ºC, mas… A temperatura mínima de floração é de 14ºC; A temperatura mínima de maturação é de 20ºC.

PowerPoint Presentation:

Tropicais – cana, cacau e café (não podem ser cultivadas em outro clima). Temperado – cevada (não pode ser cultivada noutro clima). Frio – aveia (não pode ser cultivada nutro clima) Outras podem adaptar-se Fumo (pode adaptar-se ao clima temperado) Trigo (pode adaptar-se ao clima frio, desde que com o ciclo vegetativo curto).

PowerPoint Presentation:

A humidade é o elemento fertilizador da terra e dissolve os sais minerais do solo para que estes possam ser assimilados pelas plantas. As exigências de água variam com o tipo de espécie agrícola e com as fases do seu ciclo vegetativo. Clima: a humidade…

Clima: recursos hídricos…:

Mundialmente, a degradação da água é o principal fator que interfere na produção agrícola. Segundo as pesquisas realizadas pela FAO, cerca de 600 milhões de hectares cultiváveis estão limitados pela falta de água.  Causa Consequências Falta de preservação do solo Poluição da água Imprudência no uso de agroquímicos Modificações em ciclos hidrológicos Retirada da superfície vegetal em solos cultiváveis Escassez de água Clima: recursos hídricos…

Condições ideais:

Condições ideais

Combater as adversidades naturais:

Combater as adversidades naturais Combater a secura. Combater as temperaturas reduzidas e acelerar o desenvolvimento das plantas. Combater os solos muito húmidos. Combater ventos fortes IRRIGAÇÃO ARTIFICIAL ESTUFAS DRENAGEM DOS SOLOS CONSTRUÇÃO DE VEDAÇÕES À VOLTA DOS TERRENOS

PowerPoint Presentation:

A fertilidade do solo está diretamente relacionada com a quantidade de matéria orgânica (restos de plantas e de animais em estado de decomposição). O solo é um organismo vivo, composto de minerais, água, ar, matéria orgânica e milhões de seres minúsculos. O cientista japonês Iwao Watanabe, pesquisando um metro quadrado de solo virgem, encontrou 360 espécies com mais de dois centímetros, como minhocas e centopeias; dois milhões de organismos de tamanho médio, como parasitas e insetos; e um bilhão de micro-organismos, como fungos e bactérias, além da vegetação. Tais seres são capazes de realizar químicas admiráveis, desde a captação e a troca de nitrogênio do ar até a mobilização do fósforo e a transformação de moléculas complexas em substâncias mais simples que são liberadas no ambiente, podendo serem reutilizadas por outros seres vivos. Como o solo condiciona a agricultura?

PowerPoint Presentation:

A compactação que as máquinas agrícolas, tais como os tratores, originam no solo é devida à distribuição das forças de contato dos pneus sobre ele. Assim, a pressão que um trator exerce sobre o solo será tão maior quanto maior for o seu peso e menor for a área de contato dos seus pneus com aquele. Considerando o peso dos tratores como invariável, para diminuir a pressão sobre o solo e, consequentemente, a sua compactação, basta utilizar pneus mais largos. A pressão exercida por um objeto sobre o solo é inversamente proporcional à área. Logo, o uso de pneus mais largos reduzirá a pressão do trator sobre o solo, minimizando o problema de compactação.

Combater as adversidades naturais:

Combater as adversidades naturais Aumentar a fertilidade. Evitar o empobrecimento dos solos em nutrientes. Facilitar a circulação do ar, da água e dos nutrientes no solo Combater pragas e doenças CORRIGIR OS SOLOS COM ADUBOS CORRETIVOS E FERTILIZANTES (naturais e químicos) ELIMINAR ERVAS DANINHAS. CAVAR, SACHAR E LAVRAR A TERRA. HERBICIDAS/ PESTICIDAS, RECORRER A INSETOS, UTILIZAR PLANTAS AROMÁTICAS QUE AFASTEM AS PRAGAS

Como o relevo condiciona a agricultura?:

Como o relevo condiciona a agricultura? A altitude, a exposição e a inclinação das vertentes constituem importantes factores para a prática agrícola, uma vez que fazem variar a temperatura (altitude), a luz recebida (vertente soalheira ou sombria) e a tendência para a erosão do solo.

Relevo: a baixa altitude…:

As áreas planas e de baixa altitude são geralmente mais propícias à prática agrícola: O solo é geralmente mais fértil; É mais favorável à utilização de máquinas agrícolas. Em terrenos mais baixos, como as planícies próximas aos rios, chamadas de várzeas, pode-se cultivar plantas adaptadas à grande quantidade de água.    Relevo: a baixa altitude…

Relevo: a elevada altitude…:

Já as áreas montanhosas ou inclinadas dificultam a prática agrícola: a maior inclinação das vertentes reduz a fertilidade dos solos, uma vez que a água das chuvas arrastam consigo nutrientes minerais e orgânicos, empobrecendo-os; A temperatura diminui tornando os solos gelados a partir de determinados limites de altitude. O trabalho do homem torna-se mais difícil devido à dificuldade em utilizar máquinas agrícolas e em trabalhar em terrenos com declives acentuados. Relevo: a elevada altitude…

PowerPoint Presentation:

É necessário fazer terraços ou degraus para plantar (socalcos). Nessas áreas também pode-se plantar em curvas de nível. Estes sistemas evitam que as chuvas fortes destruam o solo.

Relevo: a luz recebida:

Relevo: a luz recebida

PowerPoint Presentation:

- Climas temperados - Climas tropicais - Precipitação abundante Clima - T emperaturas extremas - Escassez de precipitação - Excesso de precipitação - Ocorrência de tempestades - Planícies - Planaltos de baixa e média altitude - Vales fluviais Relevo - Montanhas de elevada altitude - Vertentes de grande inclinação - Solos ricos em húmus ( matéria orgânica) - Solos muito espessos Solo - Solos arenosos - Solos rochosos - Solos pouco espessos - Solos gelados Fatores naturais da atividade agrícola Favoráveis Desfavoráveis

Sistemas económicos e políticos:

Sistemas económicos e políticos Interferem na posse das terras; A organização das leis e do regime de propriedade da terra em cada sociedade interfere na forma como a terra é utilizada e como os agricultores produzem.

Desenvolvimento tecnológico:

Desenvolvimento tecnológico Determina as técnicas utilizadas na agricultura. Quanto mais desenvolvido for um país, maior é a sua capacidade de investimento e inovação a nível da agricultura.

PowerPoint Presentation:

Grau de desenvolvimento económico e tecnológico As estufas permitem a produção de culturas agrícolas fora da época e de áreas geográficas distantes, ao mesmo tempo que protegem as culturas das condições meteorológicas adversas.

PowerPoint Presentation:

Grau de desenvolvimento económico e tecnológico A irrigação por meio de sistemas de rega automáticos fornece a água necessária para o crescimento das culturas agrícolas .

PowerPoint Presentation:

Grau de desenvolvimento económico e tecnológico A construção de canais de irrigação e de barragens favorece o transporte e o armazenamento de água, destinada à irrigação das culturas agrícolas.

PowerPoint Presentation:

Grau de desenvolvimento económico e tecnológico A construção de socalcos possibilita o cultivo em vertentes inclinadas e reduz a erosão dos solos.

PowerPoint Presentation:

Grau de desenvolvimento económico e tecnológico A construção de vedações protege as culturas agrícolas do vento, mas pode dificultar a mecanização.

PowerPoint Presentation:

Grau de desenvolvimento económico e tecnológico A utilização de máquinas na agricultura aumenta a produtividade, mas torna os solos mais compactos (duros).

PowerPoint Presentation:

Grau de desenvolvimento económico e tecnológico A utilização de fertilizantes e adubos químicos permite aumentar o rendimento agrícola, mas pode poluir os solos e as águas subterrâneas.

PowerPoint Presentation:

Grau de desenvolvimento económico e tecnológico A utilização de pesticidas permite combater as pragas e as doenças que afetam as culturas agrícolas. No entanto, a toxicidade destes produtos pode afetar o ser humano e a Natureza.

PowerPoint Presentation:

Grau de desenvolvimento económico e tecnológico O estudo dos solos e a seleção de espécies conduzem ao aumento da produção. Porém, as culturas geneticamente modificadas podem ser prejudiciais à saúde humana.

PowerPoint Presentation:

Grau de desenvolvimento económico e tecnológico As previsões meteorológicas e os sistemas de alerta podem ajudar os agricultores a prevenirem os efeitos negativos de fenómenos meteorológicos adversos.

PowerPoint Presentation:

Grau de desenvolvimento económico e tecnológico As práticas ancestrais , transmitidas de pais para filhos, por vezes, não adequam as culturas agrícolas ao tipo de solo.

PowerPoint Presentation:

Grau de desenvolvimento económico e tecnológico A formação científica e técnica dos agricultores pode contribuir para a melhoria da atividade agrícola.

PowerPoint Presentation:

Situação política e social Os conflitos armados causam, em muitas situações, a destruição dos campos de cultivo e a consequente perda das culturas agrícolas.

PowerPoint Presentation:

Situação política e social O abandono da atividade agrícola , por diversos motivos, pode facilitar a erosão dos solos.

Densidade populacional:

Densidade populacional O aumento da população conduziu a um alargamento da área cultivada para satisfazer as suas necessidades alimentares. Provoca uma maior ou menor divisão da propriedade; Provoca uma maior ou menor disponibilidade de mão-de-obra.

Caraterísticas socioculturais:

Caraterísticas socioculturais A organização social, as tradições culturais e étnicas e as crenças de um grupo influenciam a agricultura, sobretudo nas áreas mais desfavorecidas, em que as técnicas de exploração da terra são transmitidas de geração em geração.

PowerPoint Presentation:

- Cultivo em estufas - Implementação de sistemas de rega - Construção de canais de irrigação e barragens - Construção de socalcos e vedações - Utilização de máquinas, fertilizantes e pesticidas - Previsão meteorológica - Conhecimento científico e técnico dos agricultores - Elevada capacidade financeira dos agricultores Grau de desenvolvimento económico e tecnológico - Poluição dos solos e das águas devido à utilização excessiva de fertilizantes e pesticidas, que pode a médio e longo prazo inviabilizar a prática agrícola - Recurso a práticas ancestrais que não adequam as culturas agrícolas ao tipo de solo disponível - Reduzida capacidade financeira dos agricultores - Paz e segurança - Estabilidade social Situação política e social - Conflitos armados - Abandono da agricultura Fatores humanos da atividade agrícola Favoráveis Desfavoráveis

CONCLUÍNDO…:

CONCLUÍNDO… Todos estes fatores (naturais e humanos) combinados ajudam a explicar as diferenças encontradas ao nível do rendimento e produtividade agrícolas entre as diferentes regiões do mundo.

PowerPoint Presentation:

OS DIFERENTES TIPOS DE AGRICULTURA

Os diferentes tipos de agricultura:

Os diferentes tipos de agricultura

PowerPoint Presentation:

A AGRICULTURA TRADICIONAL VERSUS AGRICULTURA MODERNA

A importância do setor primário na ocupação da população ativa.:

A importância do setor primário na ocupação da população ativa.

Onde predomina a agricultura tradicional?:

Onde predomina a agricultura tradicional?

Caraterísticas da agricultura tradicional:

Caraterísticas da agricultura tradicional

PowerPoint Presentation:

VARIEDADE DE CULTURAS Predomina a policultura, mas também se pratica a monocultura. TÉCNICAS UTILIZADAS E ÍNDICE DE MECANIZAÇÃO Técnicas Rudimentares : pouco evoluidas , passam de geração em geração - Tração animal, utilização do estrume animal para fertilizar as terras, sem estudo dos solos nem seleção das sementes; sem utilização de produtos químicos. Mecanização: quase sem mecanização. IRRIGAÇÃO Aproveitamento das águas das chuvas (de sequeiro). APROVEITAMENTO DO SOLO Regime extensivo (não está permanentemente ocupado, pois recorre-se ao pousio e à rotação das culturas) , na maior parte dos casos. QUALIFICAÇÃO DA MÃO-DE-OBRA Baixa ou nula: na sua maioria são analfabetos, principalmente as mulheres. DESTINO DA PRODUÇÃO Autoconsumo, agricultura de subsistência. Excedentes vendidos ou trocados no mercado local. PRODUTIVIDADE Baixa: utilização contínua de muita mão-de-obra (>60% da população ativa ) RENDIMENTO Baixo

Caraterísticas da agricultura moderna:

Caraterísticas da agricultura moderna

PowerPoint Presentation:

VARIEDADE DE CULTURAS Monocultura especializada. TÉCNICAS UTILIZADAS E ÍNDICE DE MECANIZAÇÃO Mecanização quase total (ceifeiras-debulhadoras, tratores , aviões). Estudo dos solos e correção dos mesmos. Utilização de produtos químicos (adubos químicos, fertilizantes, pesticidas, herbicidas). Seleção de espécies por cruzamento, hibridação e manipulação genética. IRRIGAÇÃO Rega por aspersão, pivô gota-a-gota e computadorizada. APROVEITAMENTO DO SOLO Regime intensivo (permanentemente ocupado) e especializado. Utilizam-se estufas. QUALIFICAÇÃO DA MÃO-DE-OBRA Elevada . Os agricultores são empresários, bem informados e frequentam cursos de formação. Opta pelas culturas mais rentáveis. DESTINO DA PRODUÇÃO Agricultura de mercado: nacional e internacional. Associada à indústria. Rápida comercialização PRODUTIVIDADE Muito elevada : utilização de pouca mão-de-obra (<10% da população ativa ) RENDIMENTO Muito elevado devido à agricultura especializada e científica.

TIPOS DE AGRICULTURA TRADICIONAL:

TIPOS DE AGRICULTURA TRADICIONAL

Agricultura itinerante de queimada:

Agricultura itinerante de queimada • Agricultura itinerante sobre queimada — É a forma de agricultura mais primitiva, pratica-se nos países menos desenvolvidos de África, Ásia e na América Latina, nas áreas de floresta tropical e savana. Este processo consiste na queima de floresta para o arroteamento de terras e o aproveitamento das cinzas como fertilizante. O esgotamento dos solos implica que a aldeia tenha um carácter itinerante. A organização das terras é comunitária, as técnicas agrícolas e os instrumentos são muito primitivos e pratica-se a policultura . Existe em regiões de fraca densidade populacional e com grande disponibilidade de áreas para cultivo.

Agricultura itinerante de queimada:

Agricultura itinerante de queimada Trabalho efetuado por mão-de-obra familiar e uso de técnicas tradicionais e rudimentares . Alimentos mais produzidos: milho, nabo, mandioca, inhame, rabanete, etc. Essa técnica é amplamente conhecida em  países em desenvolvimento.

A AGRICULTURA DE SEQUEIRO:

A AGRICULTURA DE SEQUEIRO Agricultura de sequeiro  é uma técnica agrícola para cultivar terrenos onde a pluviosidade é diminuta, normalmente inferior a 500 mm por ano. S em a necessidade de adição de água ao solo por meio de irrigação. Assim, essas culturas crescem com a água apenas da chuva. O plantio de sequeiro é intensivo e desenvolve-se nos planaltos da África, com pouca rotação de culturas e aproveitamento do estrume.

Agricultura de sequeiro:

Agricultura de sequeiro Desenvolve-se nas regiões que possuem maiores densidades populacionais dos planaltos de África (Ruanda, Burundi e Quénia). É muito mais intensiva e minuciosa do que a anterior, recorrendo ao pousio e à rotação de culturas, com a fertilização dos solos a fazer-se com o recurso à criação de gado, aproveitando o seu estrume.

Agricultura de sequeiro:

Agricultura de sequeiro Globalmente, 60 a 70 % da produção alimentar provém da agricultura de sequeiro, e na África subsaariana mais de 95 % da produção alimentar vem da agricultura de sequeiro ( Falkenmark and Rockström 2005).

rizicultura:

rizicultura Predomina no sul e no sudeste asiático (Ásia das Monções – japão, índia, China, Indonésia, Indochina) e em algumas áreas de clima tropical húmido de África e da América do Sul. Requer temperaturas e humidade elevadas; Áreas densamente povoadas; Sistema de cultura: monocultura, aproveitamento do solo intensivo e agricultura de regadio;; Há um equilíbrio entre a agricultura e a natureza (utilização de estrume animal e humano para fertilizar as terras, etc ); Fazem-se 2 a 3 colheitas anuais; Há fraca produtividade agrícola mas elevado rendimento. Ténicas agrícolas muito minuciosas mas simples. O destino da produção é o autoconsumo.

PowerPoint Presentation:

A Característica deste clima são os ventos periódicos ou sazonais em que no Verão (quente e húmido ) sopram do litoral para o continente trazendo chuvas torrenciais, enquanto no inverno (seco e frio) sopram do continente para o litoral.

Agricultura de oásis ou irrigada:

Agricultura de oásis ou irrigada Praticado no Norte de África, nos oásis; Depende da presença de agua, normalmente fornecida através dos lençóis freáticos. Estes permitem a captação de agua através de poços, que posteriormente permitem a sua canalização com um sistema eficaz de irrigação. C aracteriza-se pela intensidade de ocupação do solo, pois as terras aráveis são diminutas; pelo sistema de policultura e pela extrema divisão da propriedade ( minifúndio ). A presença de palmeiras e tamareiras é indispensável para evitar o avanço das areias do deserto e para fazer sombra para as culturas, evitando que estas se queimem ou que haja evaporação da água disponível .

Agricultura de oásis ou irrigada:

A principal cultura e a tamareira, que permite vastas colheitas nos meses de Setembro e Outubro. Este fruto e muito apreciado pelos muçulmanos, especialmente no Ramadão. Cada tamareira pode chegar a dar 200kg de tâmaras. No entanto, existem aqui outras culturas hortícolas, nomeadamente tomates, cenouras, alfaces e arvores de fruto como damasqueiro, figueira ou oliveira . trabalho agrícola e feito, essencialmente, pela mulher. O homem esta reservado para os trabalhos comerciais e artesanais nas medinas . http:// www.youtube.com/watch?v=2owo0l2y3Zs Agricultura de oásis ou irrigada

Morfologia agrária:

Morfologia agrária É o aspecto apresentado pelos campos atendendo ao povoamento rural , à forma, limites e dimensão das propriedades.

Morfologia agrária::

Morfologia agrária: POVOAMENTO RURAL: CONCENTRADO: os núcleos populacionais estão concentrados e estão rodeados por campos agrícolas. DISPERSO: as habitações estão espalhadas pelos campos. MISTOS: as paisagens apresentam uma combinação de povoamento disperso e concentrado.

Morfologia agrária::

PARCELAS DO TERRENO (divisão do espaço agrário): Tamanho : Latifúndios (grandes propriedades >60ha com paisagem uniforme); Minifúndios (pequenas parcelas com paisagem variada >5ha) Forma : Regulares ou irregulares; Limites : campos fechados (com limites, muros, vedações) ou campos abertos (não se vê a divisão dos campos). Morfologia agrária:

sistemas de cultura:

sistemas de cultura

Variedade de culturas:

Variedade de culturas MONOCULTURA: na mesma parcela cultiva-se apenas uma só cultura; POLICULTURA: na mesma parcela cultivam-se várias culturas.

irrigação:

irrigação REGADIO: As culturas são regadas: De carência (nas regiões secas); De abundância (para aumentar a produção) PODE SER POR: ASPERSÃO; GRAVIDADE (canais dos pontos mais altos para os mais baixos); PIVÔ (tomada central de água giratória com aspersores ou microjatos ); GOTA A GOTA (a água sai de um tubo por pequenos gotejadores junto ao pé das plantas). SEQUEIRO: As culturas desenvolvem-se com a água das chuvas, não são regadas:

Ocupação do solo:

Ocupação do solo EXTENSIVA: o solo não está todo ocupado. Ex: ROTAÇÃO DE CULTURAS (as culturas vão-se sucedendo de forma periódica, utilizando ou não o pousio. É um afolhamento bienal ou trienal conforme a parcela se divide em 2 ou 3 partes. INTENSIVA : o solo está sempre ocupado . Pode receber ao longo do ano mais do que uma cultura.

PowerPoint Presentation:

Slides 20, 40 e do 24 ao 35 da autoria da Porto Editora

authorStream Live Help