apresenta%C3%A7%C3%A 3oSI_IX

Views:
 
Category: Entertainment
     
 

Presentation Description

No description available.

Comments

Presentation Transcript

Seminário Integrador IX : 

Seminário Integrador IX Profa. Nádie & Profa. Eliana Tutoras: Roberta, Rosângela & Fabiana Blogs TCCs Estágio Pbworks

Como se conectam? : 

Como se conectam? Quem orienta o quê? Quais as atividades do Seminário IX? Quais os aspectos que iremos enfatizar? Quais os objetivos? Estágios Blogs TCCs Pbworks

Postagens : 

Postagens O Que deve aparecer numa boa postagem? Blogs Interdisciplinas Estágio TCC Eixos Teorias

Contextualização : 

Contextualização ainda que o grupo (professores, tutores, alunos) conheça a proposta de trabalho do Blog-Portfólio, é preciso situar o leitor acerca do assunto ou temática que será abordada. Assim, é importante trazer informações, como: interdisciplina, autores, leituras, atividade a que estamos nos referindo. Além dessas informações mais factuais é possível situar o leitor fornecendo elementos mais pessoais, mais subjetivos ligados à experiência particular do aluno por meio da apresentação de trechos que narrem/descrevam situações que vivenciou. .

Apresentação de conceitos, de aspectos teóricos : 

Apresentação de conceitos, de aspectos teóricos é preciso trazer elementos dos textos estudados ao longo do curso. Sendo assim, o aluno deve fazer referência a conceitos/teorias apresentados pelos autores. Fazer, no entanto, uma explanação (resumo) ou descrição não é suficiente. É preciso haver reflexão (item que será abordado a seguir).

Reflexão e articulação com a prática pedagógica e/ou com aprendizagens pessoais : 

Reflexão e articulação com a prática pedagógica e/ou com aprendizagens pessoais Trata- se de um complemento do item anterior. Consiste em realizar uma articulação entre os aspectos teóricos com elementos da prática pedagógica (seja como professor ou como aluno-estagiário) ou mesmo com aprendizagens pessoais (observando seus avanços como aluno, como pessoa). Nesse item, o aluno deve apresentar algo novo, produzido a partir de sua ação de pensar sobre o que lê e observa no dia-a-dia da escola. A reflexão resulta do seu olhar observador que se materializa através da linguagem, nas postagens do blog. Aqui se encontra o espaço maior para o exercício da autoria, pois o aluno vai expor a sua visão, a sua leitura da realidade. É preciso ter claro, porém, que não se trata de um “vale tudo” porque é “o meu modo de ver as coisas”. A reflexão, para ser produtiva, precisa estar bem fundamentada, deve apresentar argumentos convincentes, articulados. (Ver destaques em azul)

Contextualização : 

Contextualização Exemplo1 - A realização das interdisciplinas do eixo do Pead fez com que eu vasculhasse minha vida, minhas experiências e aprendizagens e expressasse de forma reflexiva o que construí durante minha trajetória nos demais campos do conhecimento, como professora, aluna e pessoal. Estas reflexões foram se dando a luz de textos de autores como Miguel Arroio, Saramago, Durkhein, Weber, Karl Max e Engel, interdisciplina Escola Sociedade e Cultura, e saí em busca da “Ilha do desconhecido” (texto de Saramago), foi preciso sair de mim mesma para poder ir em busca do desconhecido. Nesta busca as certezas foram virando incertezas.Para a procura do desconhecido era necessário me abastecer para ajudar na viagem. As ferramentas principais para esta jornada foram as tecnologias, elas serviram como um barco na imensidão do mar do conhecimento e informações, no início não sabia manejá-la, mas fui aprendendo durante a viagem e sempre que me sentia um pouco mais segura, achando que estava dominando melhor a situação, que já sabia me virar, apareciam novas maneiras e possibilidades de usá-la. Neste início a organização do tempo foi primordial para que houvesse o máximo de aproveitamento de cada situação vivida. E sempre escrevendo muito, refletindo sobre cada nova descoberta, procurando relacionar com minha prática pedagógica.Revendo a interdisciplina do Projeto Político Pedagógico, identifiquei o leme da escola, ele é o que dá o rumo a ela e deve ser pensado e construído pelos que dela fazem parte, só assim haverá um real interesse em colocá-lo em prática. Nesta revisita ao eixo I não encontrei algo que desse um rumo ao meu trabalho de conclusão que pretendo falar sobre limites e autoridade na educação infantil.

Contextualização : 

Contextualização Exemplo 2 - Olhar para trás, voltar à fita, e as lembranças de quanta angústia, insegurança, dúvidas e ver quanto avanço nas aprendizagens e quanto eu ainda tenho a aprender. Com o Eixo I, com as TICs ingressamos no ambiente virtual, conheci as ferramentas tecnológicas e suas funcionalidades, necessárias para andamento do curso. Nas interdisciplinas de Escola, Cultura e Sociedade e Escola, Projeto Pedagógico e Currículo com os textos compreender as palavras de Paulo Freire o ser professora, as exigências do ensinar, respeitando e valorizando a leitura de mundo cada indivíduo. Refletir sobre os conceitos de educação e seu papel em nossa sociedade.

Articulando contexto, conceitos, autores : 

Articulando contexto, conceitos, autores Revisitando os eixos 1, 2 e 3 do pead, me chamou atenção a interdisciplina de psicologia I, onde falamos muito do construtivismo e do erro ter um papel fundamental para a aprendizagem das crianças, pude inclusive lembrar do meu projeto de estágio e arquitetura pedagógica, pois para realização do mesmo (estágio docente) utilizei todo meu conhecimento adquirido no trabalho, na vida pessoal, no Pead..., baseando em uma proposta construtivista.Pois, segundo Piaget, o desenvolvimento ocorre de forma em que as aquisições de um período sejam necessariamente integradas nos períodos posteriores, ou seja, o desenvolvimento cognitivo e todas as construções do sujeito servem de base a outras, iniciando após o nascimento, já que adquirimos distintos conhecimentos na convivência com os outros durante nossa vida. Procurei então, durante meu estágio, valorizar a experiência dos alunos, respeitando sua realidade, tempo de construção do conhecimento, ou seja, abrir espaço para que meu aluno interaja com meio e com o outro, tornando-se sujeito ativo nesse processo.Logo, oferecendo a ele também a oportunidade de errar, pois o erro faz-se necessário para a construção do conhecimento, a partir dele surgem dúvidas, hipóteses, fazendo com que o indivíduo reflita. Contextualizando Apresentando conceitos Autores

Postagem 1 : 

Postagem 1 No primeiro semestre, o conta da Ilha de José Saramargo trouxe muitas reflexões e continua trazedo, pouis cada vez que lemos esse conta, refletimos o qaunto precisamos ter ousadia pra conquistar os nosso ideias, como foi o homem do Conta da Ilha Descinhecida, que insistiu em falar com o rei pra conseguir seu braco para ir a busca da ilha desconhecida. O desconhecido muitas vezes assusta, como foi no inicio do faculdade, tudo era novidade, por ser tratar de uma modalidade de ensino a distância, mas aos poucos fomos tomando conhecimento, e hoje sabemos lidar muito bem com essa modalidade de ensino. E agora no fim do curso, o TCC, está sendo pra nós, mais um novo desafio e que com certeza com muito esforço e busca, conseguiremos realizar mais essa etapa em nossas vidas. E muitos desafios ainda apareceram em nossas vidas, pois estamos sempre aprendendo, conhecendo coisas novas, sempre terá algo a mais para descobrir.

Postagem 2 : 

Postagem 2 No primeiro semestre estudamos muito sobre Freire mas em especial na disciplina de Escola Cultura e Sociedade aprendi a meu ver uma das coisas mais importantes do curso: Paulo Freire em Pedagogia da Autonomia, diz que: “... nós somos seres inacabados, estamos em constante processo de ensinar e aprender, tanto como homens e mulheres como professores...”. Com isso ganhei mais força para levar o curso a diante. Em matéria de conteúdo neste semestre não utilizarei nada em meu TCC, mas as tecnologias estas estão sempre presentes em todas as atividades.

Postagem 3 : 

Postagem 3 Retomar ao segundo semestre do curso revisitando a interdisciplina de Psicologia I que tinha como primeira atividade assistir o filme sobre a vida e os estudos de Freud e através de textos da Trilha Psicanalítica, que considerei na ocasião bastante complexo, mas relendo e ao entrar em contato com as fases do desenvolvimento afetivo: oral, anal, fálica, latência e genital, reconhecendo estas características nas pessoas que me cercam e principalmente em meus alunos percebo que estes estudos nos ajudam a entender melhor o comportamento das crianças de acordo com a fase em que se encontram. Ao estudar a interdisciplina Infâncias 0 a 10 anos conheci uma escola sem muros através do texto: Fazer a Ponte de José Pacheco. Trata-se de uma escola que permite o desenvolvimento de uma pedagogia orientada para a ação social de integração do meio na escola e da escola na vida, aliando o saber ao saber fazer, lembrando Freinet citado nas minhas reflexões durante o estágio curricular quando realizei aula passeio para estudar a vegetação e o rio próximos a escola em que atuo quando é possibilitado as crianças formular hipóteses, criar, se expressar, se comunicar, viver em grupo, ter sucesso, agir, descobrir e se organizar, formando cidadãos autônomos e cooperativos.

Postagem 3 (continuação) : 

Postagem 3 (continuação) Ao reler o texto citado identifico alguns aspectos presentes no trabalho com turmas multisseriadas que realizo na escola em que trabalho, embora em realidades bem distintas, como a interajuda entre os envolvidos no processo quando os alunos se ajudam mutuamente para realizar alguma atividade e interagem trocando saberes entre si nas diferentes turmas do 1º, 2º, 3º e 4º ano e com a professora, trazendo os seus conhecimentos e vivências extraclasse para dentro da escola.O quadro de direitos e deveres que regula todo o sistema de relações na Escola da Ponte é semelhante ao cartaz dos combinados elaborado conjuntamente com todos os alunos na escola em que leciono e a caixinha dos segredos onde as crianças da Ponte depositam um recado sempre que pretendem dialogar em segredo com algum professor se parece com a caixa de sugestões que utilizo, onde os alunos colocam suas idéias em relação a escola de cunho administrativo, pedagógico e social.

Postagem 4 : 

Postagem 4

Considerações finais : 

Considerações finais Dúvidas Acompanhamento Regularidade das postagens Diferenças entre alunos com ingresso em 2006 e 2007 Postagens de alunos em estágio Observem escrita correta das palavras (procurem reler/revisar o texto antes de postar); organização das ideias (em parágrafos). É preciso estruturar o texto em parágrafos, evitando produzir um texto que parece resultar de um “fluxo de consciência” em que o sujeito vai pensando e escrevendo ao mesmo tempo. O pensamento é, por natureza, fragmentado, simultâneo, desconexo... já a escrita exige organização, estruturação, ordenação, por isso a necessidade de reescritura, revisão, aprimoramento. estrutura da postagem – o texto deve conter os seguintes elementos: contextualização, apresentação de elementos teóricos e reflexão/articulação.

authorStream Live Help