Cartografia_ correto

Views:
 
Category: Entertainment
     
 

Presentation Description

No description available.

Comments

Presentation Transcript

Geografia Geral. :

Geografia Geral.

Noções de cartografia – escala e projeções.  :

Noções de cartografia – escala e projeções.

Cartografia - é o conjunto de estudos e operações científicas, artísticas e técnicas, fundamentadas nos resultados de observações diretas ou de análise de documentação com vistas à elaboração e preparação de cartas, mapas, projetos e outras formas de expressão que utilizam escalas reduzidas dos fenômenos físicos, humanos, econômicos e geopolíticos situados no espaço geográfico.:

Cartografia - é o conjunto de estudos e operações científicas, artísticas e técnicas, fundamentadas nos resultados de observações diretas ou de análise de documentação com vistas à elaboração e preparação de cartas, mapas, projetos e outras formas de expressão que utilizam escalas reduzidas dos fenômenos físicos, humanos, econômicos e geopolíticos situados no espaço geográfico.

Tipos de escala. Escala é o elemento que nos indica a proporção entre o objeto real (a Terra) e sua representação(o mapa).:

Tipos de escala. Escala é o elemento que nos indica a proporção entre o objeto real (a Terra) e sua representação(o mapa).

Escala numérica Trata-se de uma fração ou proporção que estabelece a relação entre a distância ou comprimento no mapa e a distância correspondente no terreno.:

Escala numérica Trata-se de uma fração ou proporção que estabelece a relação entre a distância ou comprimento no mapa e a distância correspondente no terreno.

Por exemplo: se um determinado mapa estiver na escala 1:200.000 (um por duzentos mil), isso significa que cada unidade de distância no mapa (1 centímetro, por exemplo) corresponde a 200 mil unidades (200 mil centímetros, no caso) no terreno, ou seja, 1 centímetro no mapa é igual a 200 mil centímetros no terreno.:

Por exemplo: se um determinado mapa estiver na escala 1:200.000 (um por duzentos mil), isso significa que cada unidade de distância no mapa (1 centímetro, por exemplo) corresponde a 200 mil unidades (200 mil centímetros, no caso) no terreno, ou seja, 1 centímetro no mapa é igual a 200 mil centímetros no terreno.

Para transformarmos a unidade da escala expressa em cm para km, procedemos à sua divisão por 100.000, pois 1 km = 100.000 cm. Assim, a escala de 1 : 200.000 a ser transformada em km, temos 200.000 ÷ 100.000 = 2 km. Da mesma forma a transformação de cm em m, procedemos à sua divisão por 100, pois 1 m = 100 cm. Logo, 1 : 200.000 a ser transformada em m, temos 200.000 ÷ 100 = 200 m.:

Para transformarmos a unidade da escala expressa em cm para km, procedemos à sua divisão por 100.000, pois 1 km = 100.000 cm. Assim, a escala de 1 : 200.000 a ser transformada em km, temos 200.000 ÷ 100.000 = 2 km. Da mesma forma a transformação de cm em m, procedemos à sua divisão por 100, pois 1 m = 100 cm. Logo, 1 : 200.000 a ser transformada em m, temos 200.000 ÷ 100 = 200 m.

A escala numérica também pode ser apresentada de três formas diferentes: :

A escala numérica também pode ser apresentada de três formas diferentes:

Escala gráfica Apresenta-se sob a forma de um segmento de reta graduada. Significa que cada uma dessas partes no mapa (1 cm) corresponde a 200 km no terreno. :

Escala gráfica Apresenta-se sob a forma de um segmento de reta graduada. Significa que cada uma dessas partes no mapa (1 cm) corresponde a 200 km no terreno.

Grandeza de escala. Dizemos que uma escala é grande quando apresenta maior detalhamento nas distâncias mapeadas. Ex.: 1 : 10 000 em cada cm descrevemos uma distância de 10 000 cm, ou 100 m, ou 0,1 km. Já uma escala é pequena quando apresenta menor detalhamento da área mapeada. :

Grandeza de escala. Dizemos que uma escala é grande quando apresenta maior detalhamento nas distâncias mapeadas. Ex.: 1 : 10 000 em cada cm descrevemos uma distância de 10 000 cm, ou 100 m, ou 0,1 km. Já uma escala é pequena quando apresenta menor detalhamento da área mapeada.

As projeções cartográficas. Os sistemas de projeções cartográficas foram desenvolvidos para dar uma solução ao problema da transferência de uma imagem da superfície curva da esfera terrestre para um plano da carta, o que sempre vai acarretar deformações.:

As projeções cartográficas. Os sistemas de projeções cartográficas foram desenvolvidos para dar uma solução ao problema da transferência de uma imagem da superfície curva da esfera terrestre para um plano da carta, o que sempre vai acarretar deformações.

Classificação das projeções :

Classificação das projeções

Classificação quanto ao tipo de superfície de projeção. Cilíndrica – quando a superfície é um cilindro. Cônica – quando a superfície é um cone. Plana – quando a superfície é plana. Poliédrica – quando são utilizados diferentes planos de projeção, que juntos formam um poliedro.:

Classificação quanto ao tipo de superfície de projeção. Cilíndrica – quando a superfície é um cilindro. Cônica – quando a superfície é um cone. Plana – quando a superfície é plana. Poliédrica – quando são utilizados diferentes planos de projeção, que juntos formam um poliedro.

Classificação quanto à posição da superfície de projeção. Equatorial – quando o centro da superfície ocorre no Equador. Polar – quando o centro da projeção ocorre em um dos pólos. Oblíqua – quando ocorre em qualquer posição, exceto no Equador ou nos pólos. Transversa – quando o eixo da superfície de projeção se encontra perpendicular ao eixo de rotação da Terra. :

Classificação quanto à posição da superfície de projeção. Equatorial – quando o centro da superfície ocorre no Equador. Polar – quando o centro da projeção ocorre em um dos pólos. Oblíqua – quando ocorre em qualquer posição, exceto no Equador ou nos pólos. Transversa – quando o eixo da superfície de projeção se encontra perpendicular ao eixo de rotação da Terra.

Principais tipos de projeção. Projeção Mercator – Cilíndrica Equatorial Conforme mantém a forma e distorce a equivalência das áreas. :

Principais tipos de projeção. Projeção Mercator – Cilíndrica Equatorial Conforme mantém a forma e distorce a equivalência das áreas.

Projeção de Peters. Projeção Peters – cilíndrica equatorial equivalente mantém a equivalência da área e distorce a forma. :

Projeção de Peters. Projeção Peters – cilíndrica equatorial equivalente mantém a equivalência da área e distorce a forma.

Projeção Mollweide. Nessa projeção, os paralelos são linhas retas e os meridianos, linhas curvas. :

Projeção Mollweide. Nessa projeção, os paralelos são linhas retas e os meridianos, linhas curvas.

Projeção plana azimutal polar Traz a sua porção central representada com fidelidade; as deformações ocorrem a partir do ponto central em direção à porção periférica da representação. :

Projeção plana azimutal polar Traz a sua porção central representada com fidelidade; as deformações ocorrem a partir do ponto central em direção à porção periférica da representação.

A projeção azimutal (ou zenital), equidistante do mundo, representa diferentes centros de observação, tanto nas regiões polares quanto nas regiões temperadas e intertropicais. :

A projeção azimutal (ou zenital) , equidistante do mundo, representa diferentes centros de observação, tanto nas regiões polares quanto nas regiões temperadas e intertropicais.

Cartografia temática. Convenções e símbolos cartográficos: São símbolos e cores utilizados para representar os elementos desejados. :

Cartografia temática. Convenções e símbolos cartográficos: São símbolos e cores utilizados para representar os elementos desejados.

Carta a partir de curvas de nível obtidas das altitudes de uma elevação fictícia. :

Carta a partir de curvas de nível obtidas das altitudes de uma elevação fictícia.

A técnica de representação em anamorfose. A anamorfose é uma técnica cartográfica que permite comparações entre diferentes valores por meio da sobreposição de cartas.:

A técnica de representação em anamorfose. A anamorfose é uma técnica cartográfica que permite comparações entre diferentes valores por meio da sobreposição de cartas.

A técnica da anamorfose para representar o PIB das maiores economias mundiais: :

A técnica da anamorfose para representar o PIB das maiores economias mundiais:

A técnica da anamorfose para representar a proporção entre a produção e o consumo de energia: :

A técnica da anamorfose para representar a proporção entre a produção e o consumo de energia:

A técnica de representação em anamorfose. A anamorfose é uma técnica cartográfica que permite comparações entre diferentes valores por meio da sobreposição de cartas.:

A técnica de representação em anamorfose. A anamorfose é uma técnica cartográfica que permite comparações entre diferentes valores por meio da sobreposição de cartas.

authorStream Live Help