O que é conflito

Views:
 
Category: Education
     
 

Presentation Description

No description available.

Comments

Presentation Transcript

O Conflito:

O Conflito Quando nasce o conflito O conflito é negativo? Comunicação Posições e interesse Bibliografia

O conflito nasce com o ser humano:

O conflito nasce com o ser humano “O conflito está presente já desde o nascimento do ser humano. O nascimento de uma criança constitui um exemplo típico de um conflito, presente no ciclo vital: há a tendência a permanecer no conforto intra-uterino, porém a evolução solicita que se enfrente o desafio de vir à luz, com todos os desconfortos ou mesmo confortos que isso acarreta. Daí em diante, o conflito não mais abandonará aquele ser, porque se encontra presente, de modo intrínseco, em todas as relações e relacionamentos. Falar de conflito é falar de vida”. (Sampaio e Neto, 2007)

PowerPoint Presentation:

Valores e interesses contrariados podem gerar conflitos, que podem ser positivos ou negativos. O homem é um ser insatisfeito por natureza. Eu quero, Eu devo, Eu posso. O Conflito

Conflito:

Segundo VELHO, KUSCHNIR (2001) “A vida social só existe através das diferenças. São elas que, a partir da interação como processo universal, produzem e possibilitam as trocas, a comunicação e o intercâmbio.” Conflito

Conflito:

“... O conflito por si só é potencial transformativo: ou seja a argúcia oferece aos indivíduos a oportunidade de desenvolver e integrar suas capacidades de força individual e empatia pelos outros [...]”. (FOLGER e BUSH,1999,p.85) Conflito

Conflito:

● O conflito não deve ser suprimido, eliminado da vida social. A paz não é fruto da ausência de conflito. ● A paz é um bem precariamente conquistado por pessoas ou sociedades que aprendem a lidar com o conflito. ● O conflito, quando bem conduzido, pode resultar em mudanças positivas e novas oportunidades de ganho mútuo. Conflito

VISÃO:

VISÃO Dilema: situação difícil, na qual é preciso escolher entre duas alternativas contraditórias ou antagônicas ou insatisfatórias. Conflito: pode ser uma divergência, discordância de idéias e opiniões entre duas ou mais partes. As pessoas podem viver em um conflito permanente sem no, entanto, estarem vivenciando Problema: questão de solução difícil (eu vivo um problema).

COMUNICAÇÃO:

COMUNICAÇÃO Acreditava -se , que os cérebros eletrônicos iam estabelecer a paz ao mundo graças a transparência e a racionalidade dos computadores .

Nosso Mundo...:

Nosso Mundo... “Nunca as tecnologias progrediram tanto na exploração do corpo e da mente.E, no entanto, Roudinesco nos lembra que em nenhuma época o sofrimento psíquico foi tão vivo: solidão, psicotrópicos, tédio, depressão, desamparo, obesidade ...” Gilberto Duplas Folha de são Paulo, quarta-feira, 30 de julho de 2008

Posições:

Posições As posições são aparentes. O que é manifesto no conflito Posições Interesses Os interesses são verdadeiros. Trabalham a razão do conflito

Posições:

Posições Posições Interesses

PowerPoint Presentation:

Interesses Posições Identificar os interesses verdadeiros é o principal objetivo do Mediador

EXERCÍCIO::

EXERCÍCIO: POSIÇÃO: Uma laranja, precisa ser dividida para duas pessoas. Mas, cada uma quer para si a laranja inteira. Qual é o interesse?

Tipos de Interesse: •:

Tipos de Interesse: • Posições comuns: a laranja Na verdade os interesses são diferentes: uma parte quer o suco da laranja e a outra parte quer a casca para fazer doce...

Provérbio Chinês::

Provérbio Chinês: “Cultivar as ciências e não amar os homens é como acender uma tocha e fechar os olhos...”

:

“ O contexto da cultura contemporânea favoreceu a formação de novas práticas , de novas disciplinas científicas e de novas perspectivas sobre as ciências , criando , dessa forma, meios culturais e tecnológicos adequados ao desenvolvimento de metodologias inovadoras de resolução de conflitos .” Schnitman , 1994 SERÁ?

Bibliografia referencial: :

Bibliografia referencial: ZEUS, Revista História viva, Deuses da mitologia 1: 2008 REVISTA DISCUTINDO FILOSOFIA, ano 2- edição 7 FIORELLI, J.O. , MALHADAS JUNIOR, M.J.O. , MORAES, D.L. PSICOLOGIA na MEDIAÇAO: Inovando na gestão de conflitos interpessoais e organizacionais. São Paulo: LTR, 2004. VELHO, G., KUSCHNIR, K. MEDIAÇAO, CULTURA e POLITICA. Rio de Janeiro: Aeroplano,2001. HOFFE, O. A DEMOCRACIA NO MUNDO DE HOJE. São Paulo: Martins Fontes,2005. ANDRIEU-ASSIER, L. O DIREITO NAS SOCIEDADES HUMANAS. São Paulo: Martins Fontes,2000. RAWLS, J. UMA TEORIA DA JUSTIÇA. São Paulo: Martins Fontes,2002.

Bibliografia referencial::

SOUZA, M.M.A. , DEPRESBITERIS, L., MACHADO, M.T.O. A MEDIAÇAO COMO PRINCIPIO EDUCACIONAL: BASES TEORICAS DAS ABORDAGENS DE REUVEN FEUERSTEIN. São Paulo: Senac ,2003. SIX, J.F. DINAMICA DA MEDIAÇAO. Belo Horizonte: Del Rey,2001 MENDONÇA, A.R.A. et al. BIOÉTICA: MEIO AMBIENTE, SAÚDE E PESQUISA. São Paulo: Iátria , 2006. SAMPAIO, L.R. C; NETO. A.B. O QUE É MEDIAÇAO DE CONFLITOS. São Paulo: Brasiliense, 2007. VASCONCELOS, C.E. MEDIAÇAO DE CONFLITOS e PRATICAS RESTAURATIVAS. São Paulo: Método,2008 . Bibliografia referencial:

authorStream Live Help