Os Estágios do Desenvolvimento da Criança - Prof M. Dulce

Views:
 
Category: Education
     
 

Presentation Description

No description available.

Comments

Presentation Transcript

Tema:Os estágios do desenvolvimento cognitivo humano e suas características:

Tema : Os estágios do desenvolvimento cognitivo humano e suas características Olá caro aluno! Tudo bem até aqui? É bom estarmos juntos nesta caminhada! Tenho certeza que este será um Módulo bem interessante pois traz informações capazes de nos ajudar a compreender melhor as pessoas, suas relações e suas necessidades. Vamos estudar as necessidades básicas da criança em relação aos estágios do seu desenvolvimento.

Estágios do Desenvolvimento Cognitivo da Criança:

Estágios do Desenvolvimento Cognitivo da Criança Vamos apresentar os vários estágios do desenvolvimento cognitivo humano e suas principais características que serão úteis no decorrer da Mediação, uma vez que casais que estão em processo de separação, em geral, estão muito voltados para si mesmos, e não conseguem perceber com clareza a realidade dos filhos e suas necessidades.

Papel do Mediador:

Papel do Mediador Se o mediador puder auxiliá-los nessa tarefa, prestará uma grande ajuda num momento delicado de suas vidas, podendo contribuir efetivamente para a restauração da pacificação familiar, objetivo primeiro da mediação.

Teorias a respeito do desenvolvimento Cognitivo:

Teorias a respeito do desenvolvimento Cognitivo Existem várias teorias sobre o desenvolvimento cognitivo humano, mas vamos estudar aqui a apresentada por Piaget. É importante frisar que esses estágios de desenvolvimento foram observados em indivíduos de todo o mundo, portanto em culturas muito diferentes, e embora sofram alguma alteração cronológica a ordem de sucessão dos estágios foi sempre a mesma.

Fases do Desenvolvimento Cognitivo:

Fases do Desenvolvimento Cognitivo O primeiro estágio chama-se sensório-motor e vai desde o nascimento da criança até o segundo ano de vida. O segundo estágio chama-se pré-operatório e vai até os 7 anos O terceiro estágio é o operatório concreto que em geral vai dos 7 aos 11 anos E o último estágio é o operatório formal, considerado pensamento adulto

Período Sensório Motor (do nascimento aos 2 anos).:

Período Sensório Motor (do nascimento aos 2 anos). O pensamento é constituído de sensações e movimentos Desenvolvimento da “confiança básica” Período mais importante para o desenvolvimento da pessoa A mãe deve ser empática, sensível às necessidades do bebê.

O Pensamento da Criança até 2 anos:

O Pensamento da Criança até 2 anos O pensamento da criança nesta fase é constituído de sensações e movimentos. Uma condição muito importante para seu desenvolvimento cognitivo é a possibilidade de pegar, andar, correr, pois é assim que ela começará a perceber sua diferenciação do mundo. Até então é como se ela e o mundo fossem uma coisa só, o seio da mãe ou o brinquedo são percebidos como extensões do seu corpo. Por volta dos 8 meses, ela começa a perceber-se separada do resto do mundo e pela necessidade de aproximar-se dos objetos,(mamadeira, chupeta, algo que lhe atrai) surge a inteligência, que é exatamente a capacidade de resolver problemas

Interações Sociais e Afetivas:

Interações Sociais e Afetivas Através das interações sociais e afetivas do bebê com as pessoas de seu ambiente próximo, em especial com a mãe, ele desenvolverá um sentimento de confiança básica no mundo e em si mesmo. Se a mãe for presença constante, afetiva, amorosa, receptiva às suas necessidades, a criança desenvolverá a crença de que o mundo é um lugar bom. Em contrapartida, se a mãe não estiver sempre presente, for insensível ao choro de fome, calor, a criança poderá construir uma idéia de mundo negativa e desenvolver um sentimento intenso de desconfiança básica , ou seja, uma insegurança em relação às pessoas e à própria capacidade de ser amada e de confiar em si mesma.

Desenvolvimento da Confiança:

Desenvolvimento da Confiança Para a criança que desenvolveu a confiança básica será mais fácil desenvolver o sentimento de autonomia. A criança saberá identificar todos os aspectos ”ruins” e, mesmo assim, se saberá querida e amada. Entretanto, a criança que desenvolveu a desconfiança básica , poderá ser levada por um sentimento de vergonha e mais tarde de culpa e de dúvida a respeito de si mesma e a respeito da firmeza de seus pais enquanto educadores.

Período mais Importante!!!:

Período mais Importante!!! Este é o período mais importante para o desenvolvimento de uma pessoa, pois é a base na qual se apóiam os outros estágios .

Período Pré-operatório (até os 7 anos):

Período Pré-operatório ( até os 7 anos) Irreversibilidade do pensamento (se algo ocorre, não pode voltar à situação inicial). Pensamento Transdutivo (incapacidade de generalizar, induções) Egocentrismo cognitivo Valorização da intuição e percepção Sentimentos interindividuais espontâneos Relações sociais de submissão ao adulto. O adulto precisa ajudar a criança a superar o egocentrismo, a centralização do pensamento sobre o próprio ponto de vista, a dificuldade de aceitar o pensamento do outro, o caráter estático e imóvel do pensamento.

Características do Pensamento no Período Pré-operatório :

Características do Pensamento no Período Pré-operatório Neste período o pensamento tem caráter estático, irreversível, é centralizado sobre o próprio ponto de vista, tendo dificuldade de aceitar o ponto de vista do outro, a inteligência é intuitiva, ou seja, a criança afirma sem demonstrar, os sentimentos são interindividuais. A criança passa a relacionar-se com outras crianças da mesma idade e outros adultos fora do convívio familiar, mas seu pensamento continua egocêntrico, sua fala é um monólogo e suas brincadeiras paralelas, ou seja elas brincam umas ao lado das outras e não umas com as outras

Mais características do Período Pré-Operatório :

Neste período a criança possui uma energia interminável que é extravasada através de atividades motoras como subir, correr, descer etc. Isto lhe permite explorar o mundo e perceber sua capacidade de fazer e imaginar o que será capaz de fazer no futuro. Mais características do Período Pré-Operatório

Fase de observação e aprendizado do futuro:

Fase de observação e aprendizado do futuro Esta é também, para a criança, uma importante fase de observação dos adultos em seus papéis sociais que resulta nas tão conhecidas brincadeiras de “casinha’, “escolinha” e que são muito mais do que simples brincadeiras, pois através delas a criança está aprendendo como funciona o mundo social e como ela funciona dentro desse mundo.

Conclusão do Período Pré-Operatório :

A principal contribuição desta fase para o indivíduo será o desenvolvimento da capacidade de iniciativa no desempenho de suas tarefas na vida adulta. Neste estágio é importante permitir à criança que faça escolhas simples e resolva problemas no âmbito da ação infantil, e que reflita sobre suas ações. Conclusão do Período Pré-Operatório

Período operatório-concreto (7 aos 11a.):

Período operatório-concreto (7 aos 11a.) Raciocínio lógico sobrepõe-se à intuição e à percepção Superação da irreversibilidade. Pensamento continua preso ao concreto, à representação do real. Não consegue abstrair. As interações são cooperativas, permitindo jogos de regras e esportes grupais. No final deste período a criança já tem noção de que as regras podem ser reformuladas e reivindica o direito de participar da elaboração das mesmas. A autoridade dos pais não é mais aceita sem questionamentos, pois percebe que seu ponto de vista também pode ser levado em conta.

Pensamento da criança no Período operatório-concreto :

Período operatório-concreto inicia-se quando a criança começa a trocar o centro do seu pensamento e o raciocínio torna-se lógico, coerente, flexível, internalizado e se sobrepõe à percepção e intuição. Neste estágio a criança começa a superar a irreversibilidade do pensamento, embora continue ainda bem presa ao pensamento concreto, à representação do real, mas ela já é capaz de realizar as operações mentais (matemáticas). Pensamento da criança no Período operatório-concreto

Contato com ambiente físico e social:

Contato com ambiente físico e social As várias informações adquiridas são organizadas de forma a dar estabilidade às relações que a criança manterá com o mundo exterior, e atingirá então um equilíbrio que torna possível uma adaptação, um entendimento e uma atuação na realidade externa, bem superiores às fases anteriores. É como se ela fosse, gradualmente saindo de si mesma para um contato cada vez maior com o ambiente físico e social. As interações com os adultos e companheiros tornam-se cooperativas, permitindo os jogos de regras, os esportes em grupo, os projetos comuns etc.

Período Operatório Formal (12 aos 15a):

Período Operatório Formal (12 aos 15a) Diferenciação máxima do sujeito e do objeto. Capacidade de abstração (levantamento de hipóteses, previsões). Pensamento socializado onde o ponto de vista do outro é levado em conta. Pensamento preparado para conhecimento científico, discussões filosóficas, religiosas e políticas. Na convivência com amigos, pais e adultos será definida a identidade pessoal.

Pensamento da criança no Período Operatório Formal :

Período operatório formal é o quarto estágio do desenvolvimento cognitivo. Aqui o indivíduo começa a pensar abstratamente, sem necessidade de recorrer ao real ou à sua representação. Já pode levantar hipóteses, fazer previsões a partir de cálculos matemáticos, etc. Seu pensamento está socializado e preparado para o pensamento filosófico, conhecimento científico, discussões religiosas ou políticas. E é no contato com os amigos, pais e outros adultos que o adolescente irá desenvolver a crítica, a reflexão e o seu posicionamento pessoal diante da realidade social. É na reflexão internalizada, individual, que o adolescente conseguirá a definição da sua identidade pessoal . Pensamento da criança no Período Operatório Formal

IMPORTANTE::

IMPORTANTE: É importante observar que o desenvolvimento cognitivo não se dá de forma independente do desenvolvimento social e emocional, mas é um processo integrado e harmônico.

TAMBÉM IMPORTANTE::

Obs: Como o desenvolvimento cognitivo se dá a partir da interação do indivíduo com o meio, pessoas criadas em ambiente “desfavorável” podem ter seu desenvolvimento prejudicado. TAMBÉM IMPORTANTE:

Necessidades básicas da criança de 0 a 6 anos:

Necessidades básicas da criança de 0 a 6 anos Físicas:alimentação, sono, proteção, exercícios. Emocionais: sentir-se amada,importante, vista, ouvida, aceita no grupo. Intelectuais: oportunidades de perguntar, experimentar, explorar e desenvolver os sentidos. Sociais: brincar, respeitar regras e valores.

Respeitar a criança:

Respeitar a criança A criança que teve suas necessidades consideradas e respeitadas, aprenderá a considerar e respeitar o outro. E, de acordo com a intensidade , duração e freqüência dos estímulos negativos ou ausência dos fatores de proteção, a criança vai ser mais ou menos prejudicada.

Por exemplo::

Por exemplo: Ex. se um pai ou mãe priva seu filho da possibilidade de explorar o ambiente à sua volta durante uma semana é muito diferente de ele privar o filho durante anos. Assim como se ele superprotege o filho num grau muito intenso e com muita freqüência as conseqüências para o filho são piores do que se ele superproteger durante 15 dias, apenas no período em que o filho está doente.

Questões::

Questões: 1.Como vemos a criança?( um adulto em miniatura? Um ser que ainda não tem tudo?) 2.Acreditamos que seu desenvolvimento já está definido ao nascer? Ou acreditamos que é uma folha em branco e deveremos imprimir o que desejamos para que se torne o que esperamos? 3.A criança já pensa antes de falar? ( idade da razão?)

Mais questões para você responder::

Mais questões para você responder : 4. O que é mais necessário ao desenvolvimento de uma criança? 5. Você acha que espaço físico é importante? Por que? 6.Como você acha que a criança vê a separação dos pais?

authorStream Live Help