Praça Heliodoro Balbi(Praça da polícia)

Views:
 
Category: Education
     
 

Presentation Description

Trabalho de artes sobre a Praça Heliodoro Bailbi de Manaus, apresentada pelos alunos do colégio Dom Bosco, Do 9o C, Jéssica Soares, Ludmila Fernandes e Rodrigo Galúcio.

Comments

Presentation Transcript

Praça Heliodoro Balbi : 

Praça Heliodoro Balbi Equipe 07: Jéssica Soares Ludmila Fernandes Rodrigo Galúcio 9oC

Slide 2: 

A atual Praça Heliodoro Balbi -conhecida como Praça da polícia- talvez seja uma das praças que mais trocou de nome. Com mais de um século de existência, os manauenses batizaram a Praça Heliodoro Balbi simplesmente de praça da Polícia. Segundo registro em poder do arquivo da Manaustur, o nome batizado pelo povo foi devido às apresentações da banda da polícia ter tocado muitas vezes no local embalando o sonho de muitas gerações, principalmente os estudantes do ginásio Amazonense D. Pedro 2º, ou a presença constante de poetas e freqüentadores do antigo Alcazar no teatro do cine Guarany.

Slide 3: 

O local foi batizado ainda como Praça da Constituição, praça Gonçalves Ledo e praça Roosevelt. Teve a construção de seu ajardinamento no ano de 1906, na administração municipal do coronel Adolpho Guilherme de Miranda Lisboa. O Jornal do Commercio fez referência no dia 24 de julho de 1907 sobre o ajardinamento afirmando que a ornamentação da praça trazia grandes melhoramentos para a cidade. Localizada entre as ruas José Paranaguá, Sete de Setembro, Dr. Moreira e Guilherme Moreira e, construída numa área de 6.600m2, a praça Heliodoro Balbi naquele período marcava um grande empreendimento social para a cidade.

Slide 4: 

Uma das primeiras referências a respeito do melhoramento desta praça data de 1894, quando o governador Eduardo Ribeiro chamava a atenção para a conveniência do ajardinamento da Praça da Constituição, porque, naquela época, a praça da república não comportava o público para que ela se dirigiam busca de um “receio aprazível”, principalmente em dias de programação musical. Naquele mesmo ano o governador relacionava, entre as obras projetadas, o “embellezamento” das praças da Saudade, do Rio Branco, e da constituição.

Slide 5: 

Em meados dos anos 80 do século 20, a praça sofreu uma reforma radical, pretendendo devolver-lhe a sua antiga feição, mas a instalação de novos elementos e os deslocamentos de outros sugerem que a reforma não tenha sido baseada em fatos históricos. Contudo foi louvável a recuperação do coreto de ferro localizado na praça, o qual atualmente já solicita reparos.

authorStream Live Help