História do Brasil - Expansão Ultramarina Portuguesa

Views:
 
Category: Education
     
 

Presentation Description

Confira as principais características do processo de expansão marítimo-comercial lusitana nos séculos XV e XVI.

Comments

Presentation Transcript

PowerPoint Presentation:

Expansão Ultramarina Portuguesa História do Brasil

1. Antecedentes:

1. Antecedentes • Os países ibéricos foram os pioneiros na formação do Estado Moderno: – Pré-condição para a expansão marítima; – Somente o Estado seria capaz de reunir o capital dessa empreitada.

FORMAÇÃO DE PORTUGAL, ESPANHA, FRANÇA E INGLATERRA:

FORMAÇÃO DE PORTUGAL, ESPANHA, FRANÇA E INGLATERRA

1.1 A Guerra de Reconquista:

1.1 A Guerra de Reconquista • Luta entre cristãos e muçulmanos na península Ibérica entre os século XII e XV. União dos reinos de Leão, Castela, Navarra e Aragão contra os inimigos mouros. Surgimento do Condado Portucalense: – Embrião de Portugal, doação do rei de Castela; – Costume feudal do comitatus ;

1.2 Formação dos Estados Modernos:

1.2 Formação dos Estados Modernos • Portugal: Estado mais precoce do continente europeu. Revolução de Avis (1385): – Nova monarquia portuguesa venceu Castela; – Apoio da burguesia e do povo; – Início da expansão marítima;

1.2 Formação dos Estados Modernos:

1.2 Formação dos Estados Modernos • Fatores da demora espanhola: – Maior presença árabe na região; – Ajuda muçulmana ao Reino de Granada; – Rivalidades políticas e regionais;

2. As Grandes Navegações:

2. As Grandes Navegações • Definição: período em que as nações europeias iniciaram um processo de exploração e conquista em novos territórios, que ampliou o mundo conhecido. Quando: aproximadamente entre o séculos XV e XVI.

PowerPoint Presentation:

• Causas: Busca de especiarias nas Índias; Busca de metais preciosos; Tentativa de romper o monopólio comercial das cidades italianas; Expansão da fé cristã (justificativa); Fortalecimento das monarquias nacionais e desenvolvimento da política mercantilista;

PowerPoint Presentation:

Ambição material; Renascimento cultural; Surgimento de novos aparelhos para a navegação (bússola, astrolábio, caravela, desenvolvimento da cartografia e aceitação de que a Terra é redonda.); Alívio das tensões sociais (secundário) ; Guerras para ocupar e prestigiar nobres (secundário).

AVANÇOS NÁUTICOS :

AVANÇOS NÁUTICOS

PowerPoint Presentation:

• O pioneirismo português: Centralização administrativa; Apoio total da Igreja Católica; Mercantilismo; Ausência de guerras; Posição geograficamente estratégica; Escola de Sagres (secundário);

PowerPoint Presentation:

• Disputa entre POR e ESP pelas novas terras: Bula Intercoetera (1493): 100 léguas a partir de Cabo Verde. Terras do lado ocidental pertenceriam a Espanha. Terras do oriental pertenceriam a Portugal; Tratado de Tordesilhas (1494): 370 léguas a partir de Cabo Verde. Terras no lado ocidental pertenceriam a Espanha. Terras no lado oriental pertenceriam a Portugal. Esse tratado substituiu o anterior.

PowerPoint Presentation:

• Consequências das navegações: Deslocamento do eixo econômico do Mar Mediterrâneo para o Oceano Atlântico; Ampliação do comércio (em escala mundial); Fortalecimento das monarquias europeias; Desenvolvimento técnico e científico. Colonização do Novo Mundo (América);

3. Revolução Comercial:

3. Revolução Comercial • Até o início da Idade Moderna (séc. XV): – Trocas comerciais entre europeus e destes com regiões da África e Ásia através de rotas terrestres (longas e caras) e as do Mar Mediterrâneo (eixo principal de acesso às Índias); – Rota do Mediterrâneo monopolizada pelas cidades italianas (especiarias); – Solução: navegação pelo Atlântico, investimento das Monarquias e burguesias nacionais (técnicas de navegação).

3.1 Consequências econômicas para a Europa:

3.1 Consequências econômicas para a Europa • Acumulação de capitais (especiarias asiáticas e de outras matérias-primas tropicais, tráfico negreiro). Fortalecimento econômico da burguesia (comércio em áreas americanas e asiáticas). Consolidação de práticas mercantilistas: fortalecimento das monarquias absolutistas e das burguesias europeias.

:

Aumento do consumo de produtos extraeuropeus , como as especiarias, modificando ou estabelecendo novos hábitos de consumo entre diferentes populações do continente. A cesso europeu a novas fontes de metais preciosos, importantes para a cunhagem das moedas com as quais se realizava o comércio com os povos asiáticos. A lta de preços e um processo inflacionário, sentido principalmente pelas camadas mais pobres da população.

3.2 Consequências econômicas para África, Ásia e América:

3.2 Consequências econômicas para África, Ásia e América • Submissão aos interesses mercantilistas que passaram a fundamentar as economias europeias. Incorporação de práticas econômicas ditadas pelos interesses das monarquias e burguesias europeias perda da posse da terra e de outros bens materiais pelas populações nativas sempre que os interesses econômicos europeus se apresentavam.

:

D esorganização, eliminação ou retração de práticas econômicas autossuficientes praticadas por essas populações. Utilização do tráfico interno ou externo de trabalhadores como estratégia de ação econômica.

authorStream Live Help