Evolu��o Bandeira Portugal

Views:
 
Category: Entertainment
     
 

Presentation Description

No description available.

Comments

By: prof.danielfilipe (122 month(s) ago)

Gostei

By: kisombas (132 month(s) ago)

muito bom

Presentation Transcript

Slide 1: 

A Evolução da Bandeira Portuguesa

Slide 2: 

Esta foi a nossa primeira bandeira. É branca e tem a Cruz de Cristo em azul. A bandeira utilizada por D. Afonso Henriques pode ter sido diferente, mas esta é recordada pela lenda da Batalha de Ourique, onde Jesus terá aparecido e dito: ”in hoc signo vinces” (com este sinal vencerás).

Slide 3: 

D. Sancho I e os reis que lhe sucederam continuaram as guerras da conquista e as bandeiras que hasteavam eram uma homenagem a D. Afonso Henriques e aos ferimentos que este recebera na Batalha de Ourique. Também se diz que os besantes (círculos) representavam as chagas de Cristo. Reis que utilizaram esta bandeira: D. Sancho I; D. Afonso II e D. Sancho II D. Sancho preferiu cinco escudos azuis, dispostos em cruz e apontados para o centro, cravejados de besantes prateados.

Slide 4: 

O seu casamento com Dona Beatriz de Castela influenciou assim a introdução de uma borda vermelha castelada a ouro. O facto de ter sido Afonso III quem conquistou definitivamente o Algarve levou à convicção de que os castelos representavam o dito território. Reis que utilizaram esta bandeira: D. Dinis; D. Afonso IV; D. Pedro e D. Fernando. Com D. Afonso III, a bandeira recebeu uma bordadura a vermelho, com número variado de castelos dourados.

Slide 5: 

Aclamado Rei na sequência da crise dinástica de 1383-1385, Dom João, Mestre da Ordem de Avis, introduziu outra alteração de fundo no brasão nacional ao incluir na bordadura as quatro pontas da cruz florida desta Ordem. Este é o primeiro brasão do qual se sabe ter sido efectivamente usado como bandeira. Reis que utilizaram esta bandeira: D. Duarte e D. Afonso V. Os escudetes chamam-se agora quinas e os dos flancos estão deitados e apontados ao centro. Sobre a bordadura temos também as pontas da cruz verde floretada da Ordem de Avis.

Slide 6: 

Em 1495, D. João II, decreta duas alterações importantes na bandeira: Os escudetes são endireitados, ficando todos apontando para baixo, e a Cruz de Avis (a flor-de-lis) é retirada.

Slide 7: 

Reis que utilizaram esta bandeira: D. Manuel I e D. João III. As armas reais fixaram-se sobre o fundo branco. Tinham ao centro o escudo, com uma bordadura de vermelho carregada de castelos em ouro, sobre o qual foi colocada uma coroa real aberta.

Slide 8: 

No final do reinado de D. Sebastião, a coroa que entretanto, tinha surgido sobre o nosso escudo foi substituída por uma coroa real fechada. Esta alterações na bandeira foram feitas nas vésperas da partida para a Batalha de Alcácer Quibir. Reis que utilizaram esta bandeira: D. Sebastião; Cardeal D. Henrique e Governo dos Filipes.

Slide 9: 

Com a Restauração, a bandeira foi ligeiramente modificada, ficando o escudo com a ponta redonda, no formato dito português. Reis que utilizaram esta bandeira: D. João IV e D. Afonso VI. Dom Pedro II adapta o brasão às mais recentes modas da sua época, passando a coroa a ter cinco hastes, em vez de apenas três.

Slide 10: 

Tal como já fizera antes o seu pai, D. João V também ordenou a "actualização" dos ornamentos do brasão. Reis que utilizaram esta bandeira: D. João V; D. José I; D. Pedro III e D. Maria I. O bordo inferior do escudo passou a terminar em bico de arco contracurvado. A coroa a ostentar um barrete de cor vermelha ou púrpura.

Slide 11: 

A esfera armilar, um antigo emblema pessoal de Dom Manuel e já usado na bandeira das naus da Carreira do Brasil, foi apropriadamente acrescentada à bandeira real, para simbolizar o Reino de Portugal e Brasil. Note-se que o escudo volta a ser de ponta redonda, no formato dito português. Reis que utilizaram esta bandeira: D. João VI; D. Pedro IV; D. Maria II e D. Miguel. No reinado de D. João VI, foi colocada, por detrás do escudo uma esfera armilar de ouro em campo azul, o que simbolizaria o reino do Brasil e sobre ela figurava uma coroa real fechada.

Slide 12: 

De D. Maria II até ao nosso último rei, D. Manuel II, Portugal teve aquela que ficou conhecida como bandeira liberal e que, mesmo depois da Revolução Republicana continuou a ter muitos adeptos. Nesta bandeira desaparecia a esfera armilar, ao mesmo tempo que se recuperava o escudo de influência francesa, que D, João V já utilizara. Reis que utilizaram esta bandeira: D. Maria II; D. Pedro V; D. Luís I; D. Carlos e D. Manuel II. A bandeira passou a ser bipartida verticalmente nas cores de azul e branco, ficando o azul junto da haste e as armas reais colocadas ao centro.

Slide 13: 

A bandeira é rectangular, tal como as suas antecessoras, e bipartida de verde e vermelho, ocupando o verde dois quintos da largura e o vermelho os restantes três. Centrado na divisão, o brasão da República, constituído pelo escudo (de novo em formato "português") sobreposto a uma esfera armilar. A parte verde fica do lado do mastro, ou do lado esquerdo quando representada graficamente. A bandeira foi oficialmente adoptada a 30 de Junho de 1911, mas era já usada desde a Proclamação da República Portuguesa, a 5 de Outubro de 1910. Após as revoltas de 4 e 5 de Outubro de 1910 e com a instauração do regime republicano, um decreto da Assembleia Nacional Constituinte, datado de 19 de Junho de 1911, aprovou a Bandeira Nacional, que substituiu a Bandeira da Monarquia Constitucional.

authorStream Live Help