SISTEMA NERVOSO

Views:
 
Category: Entertainment
     
 

Presentation Description

No description available.

Comments

By: isma_jr (96 month(s) ago)

ótima apresentação!

By: nataliacsr (96 month(s) ago)

muito bom professora!!!!

By: jaderbios (98 month(s) ago)

Muito bom! obrigado pela contribuição, professora!

By: Rubi3ma (98 month(s) ago)

Adoreiiiiiii o slide.

By: xilero (107 month(s) ago)

Otimo slide

See all

Presentation Transcript

Slide 1: 

COLÉGIO SÃO PAULO - IRMÃS ANGÉLICAS BELO HORIZONTE DISCIPLINA: CIÊNCIAS PROFª. CRISTINA DE SOUZA 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 2008 SISTEMA NERVOSO

FUNÇÕES : 

FUNÇÕES Função Sensorial: recebe milhares de informações vindas de receptores espalhados por nosso corpo, dos mais variados tipos e adaptados a excitarem-se aos estímulos.  Função integrativa: nos permite processar as informações recebidas, armazená-las em bancos de memórias ou mesmo utilizá-las associando-as às novas sensações. Função motora: controla nosso corpo (as secreções, tônus vasomotor, o ritmo respiratório, etc.), comanda as contrações dos músculos.

ORGANIZAÇÃO DO SISTEMA NERVOSO HUMANO : 

ORGANIZAÇÃO DO SISTEMA NERVOSO HUMANO Sistema Nervoso Central (SNC): Encéfalo e Medula Espinhal Sistema Nervoso Periférico (SNP): Nervos e Gânglios  Sistema Nervoso Autônomo (SNA): Nervos que inervam os músculos lisos, o músculo cardíaco, os epitélios glandulares.

SISTEMA NERVOSO CENTRAL : 

SISTEMA NERVOSO CENTRAL Função: processamento e integração das informações. Divisão Anatômica:  Cérebro Cerebelo Ponte Bulbo Medula Espinhal

SNC : 

SNC É envolvido por membranas, as meninges: Pia-máter – é fina e possui muitos vasos sangüíneos, envolve diretamente os órgãos. Aracnóide – membrana intermediária de consistência esponjosa e muito rica em vasos. Dura-máter – unida aos ossos é a mais espessa, dá suporte ao encéfalo. O espaço entre a aracnóide e a pia-máter, é ocupado pelo “líquor” ou “líquido cefalorraquidiano”, que tem a função de amortecer impactos.

MENINGES : 

MENINGES

ENCÉFALO HUMANO : 

ENCÉFALO HUMANO tem cerca de 1,4 kg nas pessoas adultas  e preenche totalmente a caixa craniana.

CÉREBRO : 

CÉREBRO É a parte mais desenvolvida do encéfalo humano, constituindo entre 85% e 90% da massa encefálica do crânio. Relaciona-se com o pensamento, memória, fala, inteligência, sentidos, emoções. Sua superfície é intensamente pregueada, marcada por sulcos e depressões. Um profundo sulco longitudinal divide quase que completamente o cérebro pela metade, formando os hemisférios cerebrais: direito: criatividade e habilidades artísticas; esquerdo: habilidades analíticas e matemáticas.

Slide 10: 

Córtex cerebral ? massa cinzenta ? presença de corpos de neurônios   Medula cerebral ? massa branca ? presença de axônios

CEREBELO : 

CEREBELO Faz a manutenção das funções motoras, como a locomoção, o  equilíbrio corporal e do tônus* e o vigor muscular. *Tônus muscular: Estado de tensão leve, porém, permanente, existente normalmente nos músculos.

PONTE e BULBO : 

PONTE e BULBO Ponte: onde ocorre o cruzamento das vias motoras, que passam a ocupar, na medula espinhal, o lado contrário do que ocupam no cérebro. Bulbo: presença de centro nervosos relacionados com batimentos cardíacos, movimentos respiratórios e do tubo digestório.

TÁLAMO E HIPOTÁLAMO : 

TÁLAMO E HIPOTÁLAMO Localizados embaixo do cérebro. O tálamo atua como uma estação integradora e retransmissora de impulsos nervosos para o córtex cerebral; tem papel  importante na regulação do estado de consciência, alerta e atenção. O hipotálamo é um estrutura do tamanho de um grão de ervilha. Regula a homeostase corporal; controla a temperatura, o apetite e o equilíbrio hídrico, centro de expressão emocional e do comportamento sexual. Faz integração dos sistemas nervoso e endócrino.

HEMISFÉRIOS E FUNÇÕES DO ENCÉFALO : 

HEMISFÉRIOS E FUNÇÕES DO ENCÉFALO

MEDULA ESPINHAL : 

MEDULA ESPINHAL Feixe nervoso que se projeta pelo interior da coluna vertebral, com cerca de 40 cm de comprimento. Protegido pelas vértebras, meninges e líquido raquidiano. Função: recolher estímulos sensitivos do SNA periférico encaminhá-los para o restante do SNC, conduzir estímulos do SNC para o SNA periférico, elaborar respostas simples (arco-reflexo).

Corte transversal da medula : 

Corte transversal da medula

SISTEMA NERVOSO PERIFÉRICO : 

SISTEMA NERVOSO PERIFÉRICO Formado pelas  vias que conduzem os estímulos ao SNC ou que levam até  aos órgãos efetuadores as ordens enviadas da porção central. É formado por um conjunto de nervos (raquidianos e cranianos) e gânglios nervosos (aglomerados de corpos celulares de neurônios localizados fora do sistema nervoso central). Os gânglios aparecem como pequenas dilatações em certos nervos.

NERVOS : 

NERVOS Raquidianos: São 31 pares de nervos que partem da medula espinhal e se ramificam por todo o corpo. Cranianos são constituídos por 12 pares de nervos que saem do encéfalo e se distribuem pelo corpo.

NERVOS : 

NERVOS

QUANTO À TRANSMISSÃO DOS ESTÍMULOS NERVOSOS: : 

QUANTO À TRANSMISSÃO DOS ESTÍMULOS NERVOSOS: Nervos Sensitivos: Levam os estímulos nervosos do corpo para o encéfalo. Nervos Motores:Levam os estímulos nervosos do cérebro para o encéfalo. Nervos Mistos:São sensitivos e motores, simultaneamente. Todos os nervos raquidianos são mistos.

SN AUTÔNOMO : 

SN AUTÔNOMO tem por função regular o ambiente interno do corpo, controlando a atividade dos sistemas digestivos, cardiovascular, excretor e endócrino; contém fibras nervosas que conduzem impulsos do sistema nervoso central aos músculos lisos das vísceras (órgãos internos) e à musculatura do coração.

DIVISÕES DO SNA : 

DIVISÕES DO SNA Divide-se em: SIMPÁTICO E PARASSIMPÁTICO. De modo geral, esses dois sistemas têm funções contrárias (antagônicas). Um corrige os excessos do outro.

Slide 24: 

O SNP autônomo simpático, de modo geral, estimula ações que mobilizam energia. Sua função é a de preparar o corpo para situações de emergência, esforço ou inibir o parassimpático. Ex: aceleração dos batimentos cardíacos O SNP autônomo parassimpático estimula principalmente atividades relaxantes. Está ativo na digestão, repouso e inibe o simpático. Ex:redução da pressão arterial

ATO REFLEXO - Arco-reflexo : 

ATO REFLEXO - Arco-reflexo Permitem a reação rápida do organismo em casos de emergência. É resposta rápida sem a participação do encéfalo. É uma resposta à excitação de um nervo, sem a intervenção voluntária do indivíduo. Participam: o nervo sensorial, medula (nervoso associativo) e nervo motor.

SINAPSE : 

SINAPSE O impulso nervoso corre pelos neurônios passando de um para o outro através das sinapses nervosas. A sinapse é um ponto de contigüidade (não de continuidade) entre os terminais de um neurônio e as extremidades dendríticas do neurônio seguinte. Local de comunicação entre neurônios ou entre neurônios e outras células.

Bibliografia : 

Bibliografia AMABIS; MARTHO. Biologia. São Paulo: Moderna, 1999. v.2 JUNQUEIRA , L. C., CARNEIRO, J. Histologia básica. 6 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan: 1985.512p. LOPES, Sônia. Bio, 2. ed. São Paulo: Saraiva, 2003.v.2. MACHADO, A. Neuroanatomia funcional. São Paulo: Livraria Atheneu, 1977.294p. PARKER, Steve. O coração e a circulação. 4.ed. São Paulo:Scipione, 1997 SILVA JR, C. da; SASSON, S. Biologia. São Paulo: Saraiva, 2003, v. único. UZUNIAN, A.; BIRNER, E. Biologia. São Paulo: Harbra, 2004, v. único.

authorStream Live Help