Grécia 2

Views:
 
Category: Education
     
 

Presentation Description

No description available.

Comments

By: saomamede (48 month(s) ago)

Oi. Teria como conseguir uma cópia dessa apresentação? Desde já agradeço. saomamede@gmail.com

By: 8469 (49 month(s) ago)

É um bom resumo!!!!!! Não é minha autoria, mas recomendo!

Presentation Transcript

Slide 2: 

A civilização grega tem grande importância na formação cultural e política do Ocidente. Os gregos foram os primeiros a falar em DEMOCRACIA, o “governo do povo”.

LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA : 

LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA Concentrou-se ao sul da Península Balcânica, nas ilhas do Mar Egeu e no litoral da Ásia Menor.

Slide 4: 

O relevo montanhoso e o conseqüente isolamento das localidades facilitaram a organização de cidades-Estado autônomas, característica marcante da Grécia Antiga. A partir do século VIII a.C. estabeleceram colônias gregas em diversos pontos da orla do Mar Mediterrâneo, especialmente no sul da Itália, na região conhecida como Magna Grécia.

Imigração indo-européia : 

Imigração indo-européia Cretenses: Vindos da Ilha de Creta formavam uma civilização comercial que exerceu o domínio sobre a Grécia Continental. Possuíam uma sociedade matriarcal governada pelo Rei Minos. Aqueus: Vindos do Norte da Península Balcânica, invadiram e dominaram os cretenses. Dórios: Originários da mesma região dos aqueus, expulsaram os Jônios e Eólios da Grécia para as ilhas do Egeu e o litoral da Ásia menor. (Primeira Diáspora Grega)

Slide 8: 

Os Dórios trouxeram a decadência para a Grécia, provocaram um colapso comercial e cultural, o que quase levou ao desaparecimento da escrita nessa região.

Slide 9: 

Formação da cultura creto-micênica. Primeira Diáspora grega =invasão dórica

PERÍODO HOMÉRICO : 

PERÍODO HOMÉRICO Fontes: Ilíada (Guerra de Tróia) e Odisséia (retorno de Ulisses ao reino de Ítaca). Poemas atribuídos ao poeta Homero.

Slide 13: 

Os refugiados da primeira diáspora grega fundaram pequenas unidades auto-suficientes baseadas no coletivismo – os genos, ou comunidades gentílicas. Essas unidades eram compostas de membros de uma mesma família, sob a chefia do pater. Por volta do ano 800 a.C., as disputas por terras cultiváveis e o crescimento populacional acabaram com o sistema gentílico. Alguns paters se apropriaram das melhores terras, originando a propriedade privada, e muitas outras famílias se dispersaram para o sul da Itália e para outras regiões, ocasionando a segunda diáspora grega.

Slide 15: 

A desintegração dos genos provocou a formação das pólis e a colonização da região correspondente ao sul da Itália e à ilha da Sicília,área denominada Magna Grécia. Com as mudanças foram reforçadas as diferenças sociais.

PERÍODO ARCAICO : 

PERÍODO ARCAICO Com o surgimento da propriedade privada,iniciaram os conflitos entre os grupos, e, para lidar com as constantes crises, os proprietários de terra passaram a formar associações, as fatrias, que formaram as tribos, que, por sua vez, se organizaram em demos. Os demos deram origem às cidades-Estados, ou pólis – a principal transformação do período Arcaico .

Cidades-Estados ou PÓLIS : 

Cidades-Estados ou PÓLIS Cada cidade-Estado grega era um centro político, social e religioso autônomo, com uma classe dominante, deuses e um sistema de vida próprios.

ATENAS : 

ATENAS Conhecida como a cidade exemplar da Grécia Antiga, por sua cultura e prosperidade econômica, Atenas, se desenvolveu na Ática, região cercada de montanhas. Por causa da falta de terras férteis, os atenienses voltaram-se para a pesca, a navegação e o comércio marítimo.

SOCIEDADE DE ATENAS : 

Eupátridas (grandes proprietários de terra) Georgóis (pequenos proprietários) Demiurgos (comerciantes) Thetas (camponeses sem terra) Thecnays (thetas que viviam do artesanato) Metecos (estrangeiros) e escravos. SOCIEDADE DE ATENAS

POLÍTICA EM ATENAS : 

Eclésia (assembléia popular que aprovava as medidas da Bulé) Bulé (ou Conselho dos 400 que elaboravam as leis a serem votadas pela assembléia popular) Arcontado (exerciam a justiça e administração) Estrategos (cuidavam do exército) Helieu (tribunal de justiça popular) POLÍTICA EM ATENAS

LEGISLADORES DE ATENAS : 

LEGISLADORES DE ATENAS Drácon: redigiu as leis – até então orais -, dificultando sua manipulação pelos eupátridas. Sólon: Aboliu a escravidão por dívidas, libertou os devedores da prisão e determinou a devolução de terras confiscadas pelos credores eupátridas. Também dividiu a sociedade de forma censitária em quatro classes sociais e instituiu o princípio da eunomia (igualdade perante a lei). Criou órgãos legislativos; a Bulé (ou Conselho dos 400), que preparava leis, e a Eclésia (Assembléia Popular), que as votava.

TIRANOS DE ATENAS : 

TIRANOS DE ATENAS Pisístrato: estabeleceu a tirania. Procurou amenizar as diferenças sociais, patrocinando várias obras públicas, gerando emprego a thetas e georgóis descontentes. Hiparco e Hípias: filhos de Pisístrato, não deram seguimento as reformas. Clístenes: Foi neste contexto que ocorreu uma grande revolta liderada por Clístenes, que instituiu a democracia na cidade .

DEMOCRACIA ATENIENSE : 

DEMOCRACIA ATENIENSE A democracia ateniense era formada com a participação de cidadãos atenienses (adultos, filhos de pai e mãe ateniense) que correspondiam a uma minoria, pois eram excluídos os estrangeiros, escravos e mulheres.

ESPARTA : 

ESPARTA Representou os valores de austeridade, espírito cívico, submissão total do indivíduo ao Estado. Sociedade conservadora, patriarcal, aristocrática, guerreira e eugênica (não se admite defeitos físicos nos cidadãos).

Slide 29: 

SOCIEDADE ESPARTANA Espartanos: principal grupo social e elite militar. Periecos: eram pequenos proprietários que se dedicavam ao artesanato e ao comércio em pequena escala. Hilotas: Servos de propriedade do Estado, sem direito políticos.

POLÍTICA EM Esparta : 

Sistema Oligárquico. O governo era Diarquia (dois Reis). A Assembléia (Ápela) era formada por espartanos com mais de 30 anos. A Ápela era responsável pela eleição da Gerúsia e do eforato. POLÍTICA EM Esparta

Slide 31: 

5. A gerúsia, formada por 28 espartanos com mais de 60 anos, tinha atribuições legislativas e judiciárias. 6. Os cinco éforos tinham funções executivas. 7. Os Reis tinham funções religiosas e militares

PERÍODO CLÁSSICO : 

PERÍODO CLÁSSICO Esse período foi marcado por violentas lutas dos gregos contra os povos invasores (persas) e entre si. Foi considerado o apogeu da antiga civilização grega, concentrando suas maiores realizações culturais. A primeira das grandes guerras de gregos contra persas ficou conhecida como Guerras Médicas.(por causa dos Medos que habitavam o Império Persa).

Guerras Médicas : 

Guerras Médicas Gregos X Persas. Causas: imperialismo persa (expansão persa na Ásia Menor). Batalha em Maratona: vitória grega. Desfiladeiro de Termópilas: o exército espartano comandado por Leônidas é derrotado por Xerxes. Batalha Naval de Salamina: os persas são derrotados. Batalha de Platéia: Xerxes é derrotado. Paz de Címon ou Calias: os persas se comprometiam a abandonar o mar Egeu.

Slide 37: 

LIGA DE DELOS

Slide 38: 

A hegemonia ateniense, com a expansão de sua influência política, foi combatida por Esparta, que não desejava que o império de Atenas colocasse em risco as alianças de Esparta com outras cidades. A formação da Liga do Peloponeso inseriu-se nesse contexto. Foram 28 anos de lutas, que terminaram com a derrota ateniense. A supremacia espartana teve curta duração, sendo seguida pelo predomínio de Tebas e por um período de perturbações generalizadas. As principais cidades gregas estavam esgotadas por décadas de guerra. Eram alvos fáceis para um inimigo exterior: a Macedônia. GUERRA DO PELOPONESO

PERÍODO HELENÍSTICO : 

PERÍODO HELENÍSTICO Período caracterizado pela invasão da Grécia pelos macedônios comandados por Filipe II (Batalha de Queronéia). A política expansionista iniciada por Filipe II teve continuidade com seu filho e sucessor Alexandre Magno, que consolidou a dominação da Grécia e conquistou a Pérsia, o Egito e a Mesopotâmia.

Slide 41: 

Alexandre respeitou as instituições políticas e religiosas dos povos vencidos e promoveu casamentos entre seus oficiais e jovens das populações locais; ele próprio desposou uma princesa persa. A fusão dos valores gregos com as tradições das várias regiões asiáticas conquistadas deu origem a uma nova manifestação cultural, o helenismo.

HELENISMO : 

HELENISMO Fusão dos elementos gregos com as culturas locais. Recebeu este nome pois os gregos chamavam a si mesmos de helenos

Revisão : 

Revisão

Cultura Grega : 

Cultura Grega Teatro, Filosofia e arquitetura. O pensamento grego tinha por base a razão e, por isso, supervalorizava o homem (antropocentrismo).

RELIGIÃO : 

RELIGIÃO A religião grega era politeísta e antropomórfica. Atribuição de qualidades e tributos humanos a Deus.

Slide 49: 

Deuses Gregos

SEMIDEUSES : 

SEMIDEUSES HÉRCULES Um dos mais populares heróis da Grécia Antiga, que realizou proezas de grande perigo, os chamados doze trabalhos de Hércules,entre eles a morte da Hidra, a captura de Cérbero e a libertação de Prometeu.

Slide 51: 

TESEU: QUE MATOU O Minotauro do palácio de Creta, libertando Atenas.

Slide 52: 

ÉDIPO: o decifrador dos segredos da esfinge, que subjugava Tebas.

Leia a letra da canção “Mulheres de Atenas” de Chico Buarque de Holanda e Augusto Boal (1976) e, em seguida, reflita.A letra não descreve a situação da mulher ateniense; ela serve como metáfora sobre a situação de muitas mulheres hoje em dia. Você concorda com essa afirmação? Por quê? : 

Leia a letra da canção “Mulheres de Atenas” de Chico Buarque de Holanda e Augusto Boal (1976) e, em seguida, reflita.A letra não descreve a situação da mulher ateniense; ela serve como metáfora sobre a situação de muitas mulheres hoje em dia. Você concorda com essa afirmação? Por quê?